Quinta-feira, 29 de Janeiro de 2009

Avaliação - Critérios INJUSTOS Justificam Revolta!

Os professores no Chile lutaram durante mais de um mês contra a um Modelo de Avaliação TÃO ESTÚPIDO QUANTO INJUSTO... Mas a "Razão" e o "Bom-Senso" do Governo Chileno acabou por vir ao de cima.... Pena é que tenha despertado para a injustiça e estupidez, com uma greve de um mês seguido. Os professores chilenos estiveram unidos e conseguiram que o Governo desistisse do INJUSTO e RIDÍCULO MODELO DE AVALIAÇÃO que queria impor aos profissionais de Educação EM TUDO (incluindo nos descritores) SEMELHANTE AO NOSSO! Nem professores nem alunos esatão disponíveis para tolerar um modelo ditatorial e injusto.

As pseudo-reformas que este Ministério da Educação tem tentado implementar necessitam de aposentação compulsiva. Portugal tem neste Governo políticos incompetentes que buscatram problemas onde eles não existiam. Os professores sempre foram avaliados por critérios criados pelos governos de Portugal, de maioria absoluta como é o caso deos Governos de Cavaco Silva. E António Guterres, Socialista teve a oportunidade de aperfeiçoar o que estava mal... Passados mais de 10 anos, reaparece José Sócrates (socialista reconstruído que esteve com António Guterres no Governo e que como tal, fazia parte do Conselho de Ministros) atacar os professores acusando-os de terem "regalias" que na verdade nunca existiram e com a paranóia Chilena da divisão da carreira docente em duas categorias. Pretensamente, seria para escolher os melhores mas, por incompetência da Ministra (que impôs a todos critérios inadmissíveis e absurdos para determinar quem era competente!) tal não foi possível. Bem pelo contrário. Como os critérios não tinham nada a ver com competência, ltemos hoje nomeados como P*rofessores Titulares, muitos dos piores profissionais. De  incompetentes na comunidade passaram, magicamente, a Excelentes! Nada de muito grave se passaria se não tivesse deixado de fora os muitos dos melhores profissionais, de elevadíssima qualidade e competência, que agora serão avaliados pelos incompetentes...

É claro que esta barafunda só foi possível porque temos uma ministra INCOMPTENTE que decidiu basear a escolha dos professores titulares em critérios TREMENDAMENTE ABSURDOS,  que apenas servem para provar a incompetência da ministra. Na verdade, as alterações efectuadas pela Ministra ao Estatuto da Carreira Docente só vieram prejudicar e piorar o ambiente de aprendizagem dos filhos dos portugueses. Portugal teve desde 1990 uma metodologia de avaliação do trabalho dos professores que supera em muito a utilizada em países como a nossa vizinha vizinha Espanha. Quem já investigou no terreno sabe  que é verdade e só pode confirmar o que acabámos de afirmr. Se é verdade que poderia ser melhorada, não é menos verdade que a metodologia e estratégias utilizadas pela ministra foram uma autêntica aberração que provocou uma desgraça total no sistema educativo. As melhorias a introduzir. E era possível melhorar o sistema. Basta  pensar sobre o seguinte: na formação contínua havia docentes que eram avaliados negativamente. Mas, apesar de dispor de uma enorme quantidade de inspectores,  nunca o Ministério quis saber os motivos por que os professores não obtinham os créditos a que eram obrigados nem se interessou em investigar a sua qualidade como profissionais. Porém, e de uma forma totalmente irresponsável (característica de quem é incomptetente como esta ministra e a equipa que a rodeia!) Maria de Lurdes Rodrigues, com o apoio incondicional do Primeiro-Ministro José Sócrates, destruiu o que de bom havia insultando todos os professores sem distinção. Acusando os professores de serem  um grupo profissional que tinha um conjunto de mordomias, conseguiu o apoio do POVO FÁCIL DE ENGANAR COM MENTIRAS REPETIDAS. OS PROFESSORES NUNCA TIVERAM QUAISQUER MORDOMIAS. A não ser que considere como mordomias o facto de OS PROFESSORES PAGAREM TUDO DO SEU BOLSO. Desde a deslocação casa-escola (os funcionários judiciais deslocam-se gratuitamente nos transportes públicos!), ou, quando não há transportes públicos a servir a escola, a gasolina, o seguro, a desvalorização e o desgaste do carro (pneus, gasolina, travões, etc.), os computadores, as impressoras, os tinteiros, o papel, ...  até à energia que usam em casa para servir os alunos... etc...!). Se antes estava algo que poderia ser melhorado, agora tudo pode ser melhorado pois é um Sistema ABSURDO que nada avalia do trabalho do professor. E isto por imensos motivos que estão já demasiadamente explanados e dissecados noutros textos.

Temos, pois, um governo sem escrúpulos. Tão cego que não olha a meios para atingir os fins, pois está a destruir um sistema educativo que não sendo perfeito, era muito mais democrático, mais funcional e sobretudo mais justo. Estamos hoje a ser governados por políticos (alguns deles professores!) que apresentam uma mentalidade mais curta que a dos governantes terceiro-mundistas como o Chile.

 

Está na hora de ponderarmos na necessidade de fazer greve por tempo indeterminado. E o argumento de que o ordenado nos faz falta aos professores não serve. Temos em Portugal famílias a pedir empréstimos para ir de férias... Será que pedir um empréstimo para defender a dignidade da profissão não é importante? Seguramente que não há professor que não consiga obter de uma instituição bancária um empréstimo para viver um mês... Vamos fazer os pais sentir que lhes fazemos falta... Um ou dois dias de greve de nada serve... UM MÊS DE GREVE... Que Sócrates seja forçado a fazer a REQUISIÇÃO CIVIL... MAS QUE O FORCEMOS A FAZER (se é que se aplica este caso!)... É pFaçamos uma GREVE POR TEMPO INDEFINIDO ... É PELA DIGNIDADE A QUE TEMOS DIREITO e não por mais uns cêntimos. Se continuamos apegados a 1500 euros, no futuro próximo, bem a curto prazo, vamos perder muito mais do que isso... Se os professores não liutam na hora certa, cada vez caminhamos mais para o abismo. Estamos a ficar desprofissionalizados... Será que os professores estão dispostos a aceitar o que o nosso "patrãozinho" decidir dar de vencimento? Até que nível estamos dispostos a baixar? Até ao nível da pobreza, da ida ao banco alimentar pedir para comer? para muitos colegas, já faltou mais... DIGAMOS TODOS: BASTA !!!.

Creio que não será necessário mais de uma ou duas semanas  para que os pais (que também somos, claro!) comecem a preocupar-se com a educação dos seus filhos. Muitos nem conseguem aguentar dois ou três filhos ou netos mais de 15 dias de férias em casa! As eleições estão aí à porta...

"Unidos na Acção" podemos obrigar o governo a ceder!... Basta de cortes no Orçamento da Educação. Vejam o que se passa no vergonhoso mundo da política: em  2004 Eurodeputados Portugueses bateram-se por mais euros, mas alemães e suecos tramaram aumentos...  Afinal, conseguiram aumentar-se em 2009. Percebem agora por que qtodos querem ir para o Parlamento Europeu? Em tempo de crise, esta NOVA EUROPA (que quer recusar aos cidadãos o referendo sobre o tratado) aumenta os salários dos eurodeputados em 125%. Notem bem... Isto passa-se em tempo de crise! Imaginem como se comportarão quando estivermos em crescimento económico!... Não me venham com esta de que "não há dinheiro!" ... Que grande lata, não?

Ainda assim, não desistiram de alcançar os seus objectivos e, a partir de Junho de 2009 já têm garantido o aumento de 125% nos seus salários... É um facto... E Sócrates nem fala disso... Como são avaliados os deputados?  Nas eleições...? Ora vão bugiar, meus caros... Mas o dinheiro para os seus salários SUPER CHORUDOS vai ter de aparecer... Como? Para já, se os deixarmos, os professores serão os que primeiro vão desembolsar reduzir-lhes a carreira que era já um legítimo "direito adquirido"... Ainda que as notícias sobre o caso tenham desaparecido dos jornais electrónicos (vá-se lá saber ou entender o "porquê"!... que andam por estas bandas...  Se há colegas preocupados com um mês sem o vencimento... que se preparem pois o que perdem é milhares de contos... E, qualquer dia, nem direito à Reforma vamos ter...

Não podem perder um mês de ordenado? Deixem-se amedrontar e em breve Sócrates virá com a ameaça de vos retirar o "direito ao emprego" . Sem emprego, morrem no mês seguinte? Não! Está na altura de fazer um pequeno sacrifício perante o que se avizinha! E um mês de ordenado é um pequeno sacrifício perante o que estamos na eminência de perder!  Professores, coloquem os vossos olhos no exemplo Chileno!
Vamos ser a única classe profissional, no único país do mundo a vser vítima de uma avaliação profissional baseada em critérios injustos e que em pouco ou nada dependem do professor (resultados escolares, absentismo dos alunos, abandono escolar dos alunos!), para além de uma divisão artificial e absurda da carreira docente. Abram os olhos!

A greve por tempo indeterminado é cada vez mais a única saída para a queda completa deste modelo de avaliação. Temos de espalhar esta ideia rapidamente, sobretudo agora que os sindicatos vão dar a luta por estagnada de novo e o modelo saiu em Diário da República obrigando a que as escolas façam a avaliação sob hipótese de despedimento dos avaliadores que se neguem a avaliar e processos disciplinares aos elementos do CE que não apliquem o modelo.
E nem vale a pena que os colegas peçam para não ser avaliados, pois isso implica que não progridem garantidamente e isso é só o que interessa ao governo, pois querem lá saber da avaliação...

Os professores ainda não recuperaram nada do que merecem ver reconhecido no seu estatuto. Há que endurecer a luta.

GREVE POR TEMPO INDETERMINADO.... JÁ !

publicado por J.Ferreira às 14:19

link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Sexta-feira, 23 de Janeiro de 2009

Partidocracia - 1; Democracia Parlamentar - 0

 

O Público noticiou "PS chumba projecto do CDS-PP para suspender avaliação dos professores".

 

 

Não é preciso ser-se muito inteligente para perceber que ESTE PROJECTO tem em si uma marca especial:  BOM-SENSO. Pode até ser criticável, mas seria muito mais EXCELENTE que o do Ministério. Para além de tudo, CONGREGA OS VOTOS DE PARTIDOS TÃO DISTINTOS (e de alguns corajosos do PS...) Ficaram muitos professores submetidos a imperativos de chefes... Como COVARDES que foram incapazes de dizer NÃO. Mas dentro do partido Socialista há quem permaneça atento. Manuel Alegre parece ser um deles... Será mesmo?

 

"Manuel Alegre criticou hoje o discurso do ministro dos Assuntos Parlamentares, Augusto Santos Silva, sobre liberdade e responsabilidade, avisando que não responde perante nenhum membro do Governo."

 

 

Força... Senhores Deputados da Oposição... Água mole em pedra dura... tanto bate até que fura! Há pois que insistir!... Fazer como José Sócrates: foi preciso insistir... insistir... insistir... com ele para que chegasse a engenheiro. Agora há que “bater no ceguinho” até que ele abra os olhos...   Augusto Santos Silva (ministro dos Assuntos Parlamentares) considerou, durante o debate que o chumbo do projecto do CDS-PP representaria "a vitória dos deputados livres que não se deixam chantagear, daqueles que não estão na câmara corporativa a defender interesses profissionais" e que "estão na Assembleia da República a defender os interesses dos portugueses".
Qual “a vitória dos deputados livres que não se deixam chantagear” Qual quê? Foi a vitória dos carneiros... O REBANHO VAI ATRÁS DO PASTOR, MESMO QUE ELE OS LEVE PARA O ABISMO. Assim se passou com o Titanic... Os donos do navio obrigaram o Comandante a “meter mais lenha”... Depois foi o que se sabe! Estes comandantes chegaram ao lugar que ocupam, nao por competência ou sabedoria (como os comandantes, ou os professores!) Antes chegaram por eleiçao... Ora, já se sabe que qualquer demagogo pode prometer a todos um óptimo sonho ao anoitecer mas, ao despertar, o que muitos descobrem é um pesadelo. Em Portugal temos governantes que aqui se encaixam perfeitamente!).
Com efeito, o PROJECTO DO CDS-PP APENAS foi rejeitado devido à DISCIPLINA DE VOTO... Esta é a arma dos PARTIDOS numa PARTIDOCRACIA. Se não consegues convencer os teus concidadãos pelas palavras e pelas práticas, obriga-os a obedecer à direcção do partido... ISTO SÓ É POSSÍVEL NUMA PARTIDOCRACIA (DITADURA DOS PARTIDOS) NUNCA NUMA DEMOCRACIA!...
ESTAMOS SEGUROS DE QUE, SE O PS PROPUSESSE UMA LEI PARA CONDENAR À FORCA A CARREIRA DOS JORNALISTAS (é inconstitucional, mas para estes vale tudo! Ditadura, é Ditadura!...) TUDO MUDARIA DE FIGURA...! Assim, muitos dos comentadores que falam do que não sabem passariam a ser informados devidamente. E, já agora, que o Partido Socialista voltasse a fazer o mesmo: DISCIPLINA DE VOTO. Depois gostaria de ver o comentário de muitos dos jornalisats... Creio que os jornalistas ainda nem perceberam o que está em causa... E querem condenar professores totalmente inocentes, atribuir-lhes uma responsabilidade que não têm! E os políticos responsáveis lavando as mãos sujas da irresponsabilidade (como pilatos!). E os pais também pela educação que não deram aos filhos: comprando-lhes o que lhes não faz falta para aprender, mas que não lhes dão o que mais precisam: Meios Educativos. É bem mais fácil culpar os professores!
Por muito que se queira mistificar, ocultar, esconder... todos devem ter bem presente o objectivo expresso por José Sócrates, numa das suas palestras a que Freud chamaria de "acto falhado"... Lutaremos para um PAÍS MAIS POBRE... Há que cortar nos salários dos professores!... Há que fechar maternidades, escolas, centros de saúde... Viva o NOVO SOCIALISMO....

 

«Trova do Vento que Passa»
Mesmo na noite mais triste
em tempo de servidão
há sempre alguém que resiste
há sempre alguém que diz não.

Manuel Alegre

 

 

 

 

 

publicado por J.Ferreira às 14:03

link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Terça-feira, 20 de Janeiro de 2009

A Caminho de Uma Luta Sem Tréguas

Num país verdadeiramente domocrático, nunca os responsáveis máximos pela pasta da Educação permitiriam que um qualquer cidadão pudesse chegar aos meios de comunicação social e insultar os professores...

Como professora (se é que realmente algum dia mereceria ter este título!) a Ministra deveria agir face aos insultos permanentes de que são alvo os professores... Deixou de haver respeito pelos professores. Até o mais analfabeto dos cidadãos se arroga, hoje, do direito de maltratar, espezinhar, denegrir a imagem dos professores. Não vivemos nos Estados Uniddos (que tantos dizem não ser uma veradeira democracia!) caso contrário muitos destes "cidadãozecos" (e parafraseando um dos termos proferidos pelo Secretário de Estado da Educação relativamente aos professores!) pagariam "bem caras" as palavras que proferem quer em termos insultuosos quer em insinuações, implícitas ou explícitas, que fazem nos meios de comunicação social (audovisuais ou escritas), sobre os professores. Estamos fartos deste estado de coisas... Chegamos a um ponto de saturação tral que não é possível continuar sem uma luta que nos permita recuperar a dignidade a que temos direito!

Mais... Se eu fosse um forte advogado neste país que mais parece uma "Portugalândia", ainda que não chegasse a ser indemnizado (como Paulo Pedroso!) pelas calúnia e injúrias contra as professoras (ou, pelo menos uma condenação pública, ainda que tivesse de recorrer às instâncias de Justiça da Comunidade Internacional), para que se saiba que Portugal é um país (des)governado em que a justiça apenas está pronta e célere apra defender a honra e dignidade de alguns!As professoras são mulheres portuguesas que dedicam a sua vida aos filhos dos portugueses e como tal merecem respeito e têm direito a ser tratadas com a mesma dignidade com que devem ser tratadas todas mulheresm, incluindo as prostitutas! Porém, não é aceitável que, querendo denegrir o trabalho desenvolvido pelos professores e professoras, se publiquem na imprensa autênticas calúnias sobre as professoras. É INACEITÁVEL QUE AS PROFESSORAS PORTUGUESAS TENHAM DE VER TEXTOS PUBLICADOS QUE AS REDUZEM À CATEGORIA DE PROSTITUTAS"...

 

 

Pois...  É  TEMPO DE DIZER ... BASTA!

 

Temos de demonstrar o quanto fazemos falta para uma sociedade mais justa, mais segura. Cada vez que esta ministra fecha uma escola, a sociedade tem de estar preparada para abrir uma prisao.., Os "paizinhos" (como um tal de Sr. Albino) já notaram a falta que lhes fazemos... E só fizemos greve por um dia de cada vez... os pais nunca precisam de faltar ao trabalho porque até carregados de febre mandam os seus filhos para a escola... Depois, há que "aguentar" (mimando e paliando as dores destas crianças) porque nas escolas nem um médico existe!... Os professores que tratem de "desenrascar-se!"... As vidas dos filhos dos portugueses estão em segurança pela dedicação dos professores! Mas custa-lhes a rteconehcer quanto nós lutamos pelos seus filhos! Os professores funcionam socialmente como pais de substituiçao... Porém, BASTA... basta de falta de reconhecimento social... Esta Ministra é a responsável pelo comportamento dos pais. As suas atitudes face aos professores sempre foram de desprezo e desvalorização do seu trabalho. Eram como que um apelo aos apis para que maltratem os professores para assim justificar as suas políticas injustas...

PELO DIREITO À DIGNIDADE E AO RESPEITO...

GREVE POR TEMPO INDETERMINADO... JÁ!

 

QUE EU, enquanto pai, SINTA A FALTA QUE FAZEM OS PROFESSORES PARA O FUTURO E A SEGURANÇA DOS MEUS FILHOS.

 

 

 

Vamos OBRIGAR AQUELES PAIS que se apresentaram como insultuosos nas páginas de notícias como "incultos e insurectos" A APRENDEREM O VALOR DO RESPEITO para com aqueles que se dedicam a preparar o futuro dos seus filhos!...

 

Quando o Destino é o Abismo... a melhor forma de seguir apra diante... é dar um passo atrás...

Em Defesa da

Dignidade da Função Docente, obriguemos a MINISTRA a DAR UM PASSO ATRÁS !

 

GREVE INDEFINIDA

É O ÚNICO CAMINHO !

 

 

20.01.2009 - 08h27 Leonete Botelho
O Parlamento volta a debater sexta-feira o processo de avaliação de professores, pela mão do CDS, e o Governo não escamoteia a importância do resultado dessa votação, por enquanto uma incógnita. "Trata-se de uma questão crítica", assume o ministro dos Assuntos Parlamentares, Augusto Santos Silva, sublinhando que "dessa reforma depende a agenda reformista do Governo". Uma ameaça de demissão? "Não elaboro sobre cenários, nem tenho nenhuma razão para duvidar que o Parlamento volte a chumbar [este projecto, contraditório com o rumo da maioria]."

"Os professores avaliadores que tenham a partir de hoje de observar aulas de colegas no âmbito do processo de avaliação de desempenho podem recusar-se a fazê-lo, alegando que se encontram em greve.

Para esse efeito, a Plataforma Sindical de Professores entregou a 12 de Janeiro no Ministério da Educação (ME) um pré-aviso de greve relativo ao período entre hoje e 20 de Fevereiro.

Segundo o regime simplificado da avaliação de desempenho, a componente científico-pedagógica, que assenta sobretudo na observação de aulas, deixa de ser obrigatória, excepto para os professores que queiram aceder às classificações de "Muito Bom" e "Excelente". Nestes casos, os docentes têm de requerer que pelo menos duas aulas leccionadas por si sejam observadas por um avaliador, que não pode recusar-se a fazê-lo.

Mesmo que não concordem com o modelo de avaliação, os avaliadores estão obrigados a esta tarefa, excepto se, no momento da sua concretização, se encontrarem em greve, segundo os sindicatos.

"Por cautela, e porque mais vale prevenir do que remediar, pusemos o pré-aviso para que os professores com funções de avaliadoras possam fazer, se assim entenderem, greve às aulas assistidas", explicou o porta-voz da Plataforma Sindical.

No entanto, Mário Nogueira reconhece que "a esmagadora maioria das escolas, senão todas", ainda não se encontra na observação de aulas, mas sim numa fase anterior, na qual os professores deveriam estar a entregar os objectivos individuais.

"Poderá haver alguma escola que, mais apressada, já tenha marcado a observação de aulas, pelo que, assim, evitamos surpresas", acrescentou o também secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof).

Se o processo de avaliação de desempenho não for entretanto suspenso, os sindicatos vão "alargar o pré-aviso de greve para lá de 20 de Fevereiro".

Sobre esta iniciativa, o secretário de Estado Adjunto e da Educação, Jorge Pedreira, afirmou que a mesma é "puro boicote" à avaliação e manifestou as suas dúvidas quanto à sua legalidade.

Na resposta, os sindicatos afirmaram que se o governante tivesse a certeza que o procedimento era ilegal era isso que tinha dito." In: O Público

 

publicado por J.Ferreira às 13:44

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|  O que é?
Terça-feira, 6 de Janeiro de 2009

Socialistas Sacodem a Água do Capote


Preâmbulo PS: Infelizmente, tínhamos razão na análise. Manuel Alegre e os OUTROS que mudaram COBARDEMENTE o Sentido de Voto ... Vejam a Notícia no Público. É incrível mas estes socialistas vêm agora, cobardemente, tentar sacudir a água do capote… Mas o Zé Povinho está de olhos cada vez mais bem abertos… Ainda que o ódio aos professores seja um mal nacional, uma bandeira empunhada por estes ditadores socialistas que nos (des)governam (tal como Hitler enaltecia e proclamava o ódio aos Judeus!) com a certeza de que tudo o que vai correr mal (e não será pouco, seguramente!) será de novo culpa dos professores.

 

"O PS chumbou hoje os projectos do PSD, Bloco de Esquerda e “Os Verdes” para suspender a avaliação dos professores, com os votos favoráveis de todos os partidos da oposição parlamentar. O documento social-democrata contou com a abstenção dos socialistas Manuel Alegre, Teresa Portugal, Júlia Caré, Eugénia Alho e da independente socialista Matilde Sousa Franco, com 114 votos contra e 109 a favor."

 

Professores! Na votação dos "projectos do BE e do PEV, Matilde Sousa Franco também se absteve". Ora, como se fazem muito bem as jogadas socialistas... É a prova de que josé Sócrates é mesmo engenheiro. Com efeito, bastava o voto de Manuel Alegre que se absteve nesta votação e teresa Portugal para que o projecto fosse aprovado... Pena. Mais uma oportunidade perdida para Manuel Alegre.

 

SOCIALISTAS OS ÚNICOS QUE ANDAM CERTOS...

 POR ISSO... CHUMBARAM TUDO...!
 

Diz-se por aí, em comentários às notícias sobre a proposta de lei do PSD sobre a suspensão da avaliação dos professores, que "se os Deputados do PSD não tivessem faltado à votação no parlamento"(...)"não estavamos a assistir a este triste espectáculo?" Como não foi capaz de ver nisto tudo um acto de demagogia dos socialistas que votaram ao lado da oposição? Só o Zé-CEGUINHO é que não entenderá esta jogada suja dos deputados Socialistas sem carácter que, afinal mudam de opinião em 15 dias. Nunca a lei do CDS-PP teria sido aprovada! Os Socialistas que votaram ao lado da oposição que mantenham o voto ou não passam de oportunistas que se servem da política. Este volte-face é inadmissível! Ainda assim, pode crer que concordo, e a 100%, com a sua última frase. Mas, os PALHAÇOS agora são os que andam como cataventos a gozar com os que os elegeram. É TRISTE, MANUEL ALEGRE e demais deputados do PS: perderam a credibilidade! Não contem com o meu voto NUNCA MAIS!

Incrivelmente... isto vai suceder neste País de COBARDES... Por que motivo se diz que o PSD chegou atrasado? Diz o PS que agora o PSD pretende "reparar o episódio das faltas ao debate do início de Dezembro sobre a suspensão da avaliação dos professores." MENTIRA. Já na altura afirmámos que o PS nunca deixaria que o CDS-PP levasse a sua avante. Saberia muito bem USAR a DISCIPLINA de VOTO para fazer valer o seu AUTORITARISMO DEMOCRÁTICO. Na verdade, se  em Dezembro houvera mais deputados nas bancadas da Oposição do que na do Governo, teríamos seguramente chamadas urgentes para todos os Deputados Socialistas faltosos e ordens expressas para obedecer à DISCIPLINA de VOTO para CHUMBAR a Proposta do CDS-PP, tal como agora se vai verificar na votação da proposta do PSD sobre suspensão do Modelo HORRÍVEL e PERSECUTÓRIO da Avaliação de Professores.

 É certo que emitimos exactamente este comentário, no mesmo dia em que chumbou a proposta do CDS-PP em Dezembro, contra o discurso e análise simplista de muitos professores que culpabilizavam os deputados faltosos do PSD... Não temos qualquer mandato apra defender quem quer que seja e, como podemos provar em artigos anteriores, não poupamops partidos porque a todos "odiamos" pelo simples facto de que se servem do nosso voto para chegar ao poder e depois fazem "tábua rasa" das promessas eleitorais.

 Mas não se enganem. Ainda que a proposta do CDS-PP tivesse sido aprovada naquela semana de Dezembro, seguramente que estes tiranos e "ditadores" Socialistas, agendariam imediatamente e numa nova sessão parlamentar, uma nova lei apra a revaliadar... Não se enganem... Eles são assim. Recordamos outros ditadores: Mao Tse Tung (socialista), Estaline (socialista), Lenine (socialista) e, Hitler (socialista) simplesmente para que não deixemos que estes cheguem tão longe. Já mostraram com o que fizeram prepotentemente na saúde fazendo valer através dos órgãos de informação (comunicação social) a máxima do ministro da propaganda de Hitler "UMA MENTIRA MUITAS VEZES REPETIDA TRANSFORMA-SE NUMA VERDADE!. Agora, estão a fazer com a Edcuação... Tentaram fazê-lo com a Justiçá mas tiveram imediatamente um revés pois, com os juízes não brincam (porque têm poder... Porque lhes podem inviabilizar os efeitos das leis... Por isso, estes socialistas jogam com a máxima "se não podes contra eles, junta-te a eles ou faz com que se juntem ao teu exército!"... Afrontaram os Militares e recurram... Afrontaram os Jornalistas querendo obrigá-los a revelar as fontes e recuaram... Agora, todos unidos, lutam contra os professores...  Quem não se farta de ver alguns jornalistas, autênticos energúmenos a escreverem sobre o que nada sabem e/ou nada entendem? Que escrevem? Insultos, banalidades, mentiras, sem direito de defesa... É isto a democracia? Ou será que neste país reina o imperialismo da partidocracia? Será que vivemos num estado muito didferente daqueles que têm partido único (como no tempo de Salazar)?

Quem atacam os políticos: os desprotegidos... Atacaram os direitos constitucionalmente garantidos (chegam mesmo a afrontar as competêncais do Sr. Presidente da República querendo-o obrigar com normas inconstitucionais...!). Alertados por todos os partidos da oposição e pelo Presidente da República, estes socialistas teimam  em querer impor a sua vontade única ao país contra tudo e contra todos? Depois vêm dizer à comunicação social que, "se for declarada inconstitucional retiram-se essas normas"?! Não! Meus caros... Se teimam em aprová-la e é inconstitucional, demitam-se! Não tinham jurado cumprir a constituição? Então? Demitam-se! Porque são uns incompetentes!... Ou só querem avaliar os demais? Onde está a competência dos deputados? Não está em CONHECER E CUMPRIR A LEI FUNDAMENTAL? Não cumprem?... Processo disciplinar por incompetência! E, se for caso disso, expulsão do parlamento! E ponto final! Há mais candidatos que estão nas listas à espera de um lugar...!

Mas não... Esta democracia cada vez afasta mais os eleitores das mesas de votro e do interesse pela política. Os políticos operdem cada vez mais o seu crédito! Fecharam hojspitais, encerraram urgências, tudo "para o bem de quem é estúpido e não entende que faz falta poupar mais uns milhares de euros para encvher os bolsos de uns quantos nomeados pelo Governo! Estes políticos lutam não pelo bem estar dos portugueses mas contra os portugueses! Começaram na saúde e chegaram à Educação. Quem será o senhjor que se segue? Primeiro venderam a ideia que a restruturação do sistema de saúde era para melhorar o acesso à saúde das populações. Mentira. A saúde piorou.. Mães dão à luz nas ambulâncias ou vêe-se obrigadas a ir a Espanha para terem a assistência médica que necessitam... Doentes morrem antes de serem assistidos pelo INEM... etc. MENTIRA. A reforma na saúde serviu apenas para aforrarem milhões de euros!

Depois venderam a todos os portugueses a ideia de que o encerramento das escolas era para melhorar o sucesso educativo dos filhos. mentira.   MENTIRA. A reforma na Educação aumentou a diferença entre os que residem longe da escola e perdem o tempo em viagem ou à espera dos transportes não lhes sobrando tempo para estudar e os que residem mais perto das escolas e o tempo chega-lhes para estudar e ainda sobra para brincar...

 

Depois alteraram-se os concursos dos docentes argumentando que assim "os pais já sabem qual o professor do filho nos próximos 4 anos!" Mentira. A continuidade só existe quando penaliza o professor. Se as turmas têm menos de X alunosm, o estado está-se nas tintas para a continuidade do professor na escola ou na turma, desfaz as turmas, encerra as salas de aula, ficam alunos de 3 ou 4 anos de escolaridade na mesma sala... ECONOMIZAR é a ordem... Para o POVO sai a ideia de qeu quer continuidade para o sucesso... Depois venm com a teoria da avaliação dizendo que muitos professores (a maioria pois apenas 25% podem ser Muito Bons ou Excelentes!) e como tal, apenas poderemos dizer: Depois vem este governo dizer que é necessário avaliar os professores porque são os culpados do insucesso escolar já que muitos "são incompetentes", "não sabem trabalhar em equipa", são culpados das "faltas dos alunos", são culpados do abandono escolar ...etc.

 

A prova de que esta é a MAIOR MENTIRA SOCIALISTA DO SÉCULO XXI é que se isto fosse verdade, então o concurso teria de ser apenas por um ano escolar e não por 4 anos! A verdade é que, os pais podem estar tranquilos pois temos dos melhores professores da Europa. Claro. Que têm imensa dificuldade em fazer omoletas sem ovos, é verdade. Mas que muitos o fazem à custa dos ovos que levam de casa, do dinheiro que gastam em fotocópias, em tinteiros para imprimir documentos para que as crianças possam desenvolver as suas competências na escola, em computadores que colocam ao serviço dos filhos dos portugueses e que o Estado não paga!... Saem do salário, muitas vezes com sacrifício pois, contrariamente ao veiculado pelos governantes, os professores nunca tiveram mordomias: nunca tiveram viatura nem combustível pago pelo Estado, nunca tiveram motorista, nunca tiveram ajudas dfe custo apra as deslocações... Antes, e pelo contrário, muitos pagavam do seu bolso os tinteiros que gastaram para servir a escola. Quantos não tiveram de pagar do seu bolso o papel, o giz e até o papel higiénico que os alunos usavam na escola, telefonemas para encarregados de educação... etc. etc.

Haverá, por certo, alguns que se desmotivaram e desinvestiram na educação e `por isso, serão hoje menos competentes! Pode ser que sim... Mas a inspecção escolar existe..., não é verdade? Por onde andou estes anos todos? Que relatórios apresentou do estado da edcuação? Publiquem-nos! os professores fizeram o seu trabalho, com empenho, orgulho e brio profissional. não aceitam que por uma meia dúzia se manche toda uma classe... Afinal para que existem centenas de inspectores? O Governo não os mandou ou não deixou fazer o seu trabalho? E agora culpam os professores todos porque encontraram algum menos competente ou até mesmo incompetente?

Pois bem, caros portugueses. Se esta não fosse e o concurso para 4 anos e os pobres que lhes tocasse um desses professores menos competentes para os 4 anos estaríam... já imaginam como. Condenados ao fracasso escolar...

 

 

 

Mas a verdade é que a maioria dos professores em portugal são BONS e MUITO BONS e, muitos deles são mesmo EXCELENTES, só não fazem é omoletas sem ovos, mas quase!... ) povbres dos portugueses dos professores , o desmoraliza por estar longe dos filhos e da família! Se os alunos !... serviu apenas para aforrarem milhões de euros! era pelos vossos filhos dos portugueses! ... impostos  para a revalidar… Alguém duvida disso? Pois a prova estará brevemente à vista... Esperemos pela votação e teremos a prova mais que evidente de que esta análise é a correcta.

O Partido Socialista está a agir em conformidade com a sua ideologia. Se o Governo é de um partido de Direita e não ouve os seus eleitores é uma DITADURA FASCISTA! Se for um Governo de Esquerda já pode fazer o que bem quer e lhe apetece? E rotularam os governos de Cavaco Silva de "DITADURA DEMOCÁTICA"? Então? Que fazem agora? Ainda agem muito pior.

Esperemos que haja coragem de MANUEL ALEGRE e demais socialistas que votaram a favor da porposta do CDS-PP e que agora mantenham a sua verticalidade de pensamento... Caso contrário, este grupinho acabará  por cavar a sua própria sepultura política, perante milhares de professores que viaam neles alguma esperança de mudança face à linha socialista de José Sócrates... Mas enfim... Esperemos para ver...

Uma coisa é certa... Digam o que disserem... Nunca mais podem dar o dito por não dito... Pena que o Socialismo em Portugal siga o caminho do Socialismo mais desumano de outros países que o abandonaram...
Chegamos ao Socialismo da DEMAGOGIA e da MENTIRA!... O voto de Manuel Alegre e outros Socialistas em 5 de dezembro, são a prova mais que evidente das jogadas políticas, e demonstram simplesmente a hipocrisia e cobardia destes SOCIALISTAS de meia tigela. Com efeito, votaram a favor da suspensão só para poderem atacar a oposição de não ter aprovado por ter faltado ao parlamento. Só uma análise cega, simplista, permite que se chegue a estas conclusão... Não tenham dúvidas os professores... Todos os socialistas são iguais... simplesmente alguns ainda tentam enganar os mais desatentos... Por isso alguns votaram favoravelmente no dia 5 de dezembro e agora votaram contra para não passar a lei do PSD... COBARDIA... Apenas demonstram a FALTA DE CARÁCTER que caracteriza muitos destes socialistas... Em 5 de dezembro, sabendo da falta dos opositores, não receberam ordem de DISCIPLINA de VOTO e tiveram capacidade de intervenção... Agora, tal como muitos que se juntavam à PIDE para castigar porque era o seu ofício, muitos destes se associaram ao voto Socialista para garantirem os seu futuro, ainda que seja crucificada a carreira de muitos professores competentes avaliados por outros incompetentes (e que chegaram a Titulares porque de 1999 a 2008 nunca tiveram problemas na via e não necessitaram de faltar, mesmo que antes tenham faltado até dizer chega... Desgraçadas das professoras que foram mães de 1999 a 2006 que ficaram para trás por terem sido... mães... E não digam que é demagogia pois foi o governo do partido Socialista e de José Sócrates chefiado por António Guterres que queria antecipar a idade da reforma Agora vejam quantas foram penalizadas por terem de cuidar de filhos que serão os contribuintes do futuro... SOCIALISMO... NUNCA MAIS!

 

publicado por J.Ferreira às 18:51

link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Domingo, 4 de Janeiro de 2009

Curriculum Vitae vs Cunha Valente

Qual a diferença entre António Guterres e José Sócrates?

Para podermos ter uma ideia, comparemos a teoria dos concursos públicos para qualquer lugar na Função Pública defendidos pelos Socialistas de António Guterres com a prática dos (pseudo) concursos de hoje praticado pelos Socialistas de José Sócrates no Governo.

Currículum Vitaue versus Cunha Valente? Veja-se, pois, as formas de concurso para admissão na Função Pública em 2 exemplos:

EXEMPLO 1

Diário da República nº 255 de 6 de Novembro 2008:

No Aviso nº 11 466/2008 (2ª Série), declara-se aberto concurso no I.P.J. para um cargo de "ASSESSOR", cujo vencimento ronda os 3500 Euros (700 contos).

Método de selecção:

Na alínea 7:… " Método de selecção a utilizar é o concurso de prova pública que consiste na … Apreciação e discussão do currículo profissional do candidato."

EXEMPLO 2

No Aviso simples da pág. 26922, a Câmara Municipal de Lisboa lança concurso externo de ingresso para COVEIRO, cujo vencimento anda à roda de 450EUR (90 contos) mensais. "…

Método de selecção:

Prova de conhecimentos globais de natureza teórica e escrita com a duração de 90 minutos. A prova consiste no seguinte:

1. - Direitos e Deveres da Função Pública e Deontologia Profissional;

2. - Regime de Férias, Faltas e Licenças;

3. - Estatuto Disciplinar dos Funcionários Públicos.

Depois vem a prova de conhecimentos técnicos: Inumações, cremações, exumações, trasladações, ossários, jazigos, columbários ou cendrários. Por fim, o homem tem que perceber de transporte e remoção de restos mortais. Os cemitérios fornecem documentação para estudo. Para rematar, se o candidato tiver:

- A escolaridade obrigatória somará + 16 valores;

- O 11º ano de escolaridade somará + 18 valores;

- O 12º ano de escolaridade somará + 20 valores.

No final ainda haverá um exame médico para aferimento das capacidades físicas e psíquicas do candidato. Toda esta parafernália para um cidadão se candidatar a um trabalho duro que apenas lhe permitirá auferir um vencimento de 450 €/mês...!

Na linha da excelência tantas vezes exigida a todos por este Governo, creio que lhes falta ainda realizar uma prova de velocidade na abertutra de covas!... Assim, seria admitido aqueles que abrisse a cova com maior rapidez...!  Enfim. Enquanto ao ASSESSOR, que vai auferir 3,500€/mês, apenas precisará de se apresentar a uma entrevista para discutir (sabe-se lá em que termos ou com quem...!) sendo avaliado dependendo a sua admissão do seu CV (Curriculum Vitae ou Cunha Valente?) ao COVEIRO é exigida uma parnafernália de provas para receber 450 €/mês!

 

Vale a pena dizer mais alguma coisa?

Desta forma, este socialismo de plástico (de que José Sócrates é o principal promotor) cavará a cada dia, e cada vez mais funda, a sua própria sepultura.

publicado por J.Ferreira às 20:49

link do post | comentar | favorito
|  O que é?

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Em Nome do DESACORDO Orto...

. Sucesso Escolar versus Co...

. António Costa e a Queda d...

. O Regresso dos Rankings e...

. Nas Tintas Para a Opinião...

. PAIS de ONTEM na escola d...

. O Milagre das Escolas Pri...

. Os Donos do Sol

. Políticos Vivem Acima das...

. Direito à Habitação versu...

.arquivos

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds