Segunda-feira, 30 de Março de 2009

Língua Portuguesa Condenada à Morte pelo Caciquismo Socialista

 


Estamos a ser governados por um grupo dos mais incompetentes socialistas (sem currículo devidamente certificado e adequado à função que desempenham) que se poderia encontrar. Querem exigir dos outros cidadãos a excelência e a competência, andam a certificar as pessoas com diplomas "forjados na internet" em nome das NOVAS OPORTUNIDADES, mas, entre quem nos governa, há quem tenha  o diploma passado a um domingo. Já é tempo das pessoas serem responsabilizadas pelo que fazem...

Chocados com tanta aberração socialista, ao verem até que ponto o caciquismo socialista se está a instalar, dois Conselheiros das Comunidades Portuguesas dos Estados Unidos divulgaram esta carta aberta que, depois de lhe realçar algumas partes, aqui a publicamos na íntegra.

 

"CARTA ABERTA

Por: José Morais e Manuel Carrelo

(Conselheiros das Comunidades Portuguesas dos Estados Unido)

 

Eu, José Morais e Manuel Carrelo na qualidade de Conselheiros das Comunidades Portuguesas dos Estados Unidos, viemos, por este meio, denunciar o desrespeito e a falta de consideração subjacentes às soluções encontradas pelo Governo Socialista para o ensino da Língua e Cultura Portuguesas nos EUA. Depois de grande polémica, gerada em torno da nomeação de dois coordenadores e de um consultor para os EUA, o Governo, ao contrário do que anunciou publicamente, no sentido de que nomearia com base num concurso público, acabou por usar o critério da confiança política. É assim que aos EUA chegam duas novas coordenadoras (Ana Isabel Sousa, colocada na costa oeste desde Setembro de 2007 e Fernanda Costa, a trabalhar na costa Leste desde finais de 2008) e um novo consultor, recentemente nomeado pelo Governo Português, que irá trabalhar no Massachusetts Department of Education, de nome João Caixinha. Como conselheiros, ainda não fomos contactados por nenhum destes elementos, o que nos leva a colocar ao governo português as seguintes questões:

- Qual é a política de língua que o Governo tem para os EUA?

- Qual o vencimento mensal destes três elementos nomeados pelo Governo Português?

- Qual a verba que as coordenações da costa leste e oeste irão receber anualmente?

- Por que motivo o Governo Português nomeou duas coordenadoras com licenciaturas em Inglês-Alemão, ou seja, sem qualquer formação em ensino de Língua Portuguesa no país ou no estrangeiro, quando dezenas de pessoas com formação muitíssimo superior (com mestrados, doutoramentos e pós-doutoramentos em língua portuguesa) manifestaram o seu interesse ao Ministério da Educação em desempenhar este cargo?

- Por que motivo foram escolhidos três elementos sem qualquer trabalho relevante feito na área do Português ao nível de Congressos, investigação, publicações ou docência?

- Por que motivo foi nomeada uma Coordenadora para a Costa Leste, Fernanda Costa, e um Consultor para o Massachusetts Department of Education, João Caixinha, que não conhecem os EUA, o seu sistema de ensino, as comunidades e as escolas portuguesas e norte-americanas?

- Por que motivo veio como Consultor para Massachusetts um senhor que se propõe implementar os standards do Estado em língua portuguesa sem conhecer os standards? Sabe o Governo Português que existe uma Doutora, Carolina Baptista, por acaso parente chegada do Senhor Presidente da Assembleia da República, Jaime Gama, com uma tese de doutoramento em standards da língua portuguesa no Estado de Massachusetts? Afinal, não é preciso ir buscar um ignorante na matéria para vir para os EUA, como facilmente se comprova.

- Por que motivo as coordenadoras se esforçam em passar a mensagem que estão a criar novas coordenações, quando toda a gente sabe que outros coordenadores já existiram nos EUA e com trabalho digno de registo e que deveria ser respeitado?

- Por que motivo as coordenadoras estão a fazer o levantamento do ensino nos EUA sem darem crédito ao trabalho que a ex-Conselheira fez, pela primeira vez na história do ensino do Português nos EUA, junto das escolas da rede particular e das escolas norte-americanas, e que divulgou nos órgãos de comunicação social deste país e de Portugal em 2004 e 2005?

- Por que motivo o governo português nomeou dois elementos com o mesmo sobrenome para virem desempenhar funções nos EUA? Segundo informação que nos chegou da África do Sul, a Coordenadora para a costa leste é Fernanda Caixinha Costa (sobrenomes de casamentos pelo que apuramos) e o consultor é João Caixinha. Quem nos explica o grau de parentesco entre ambos?

- A serem familiares, como explica o governo este compadrio doentio, tratando-se, ainda por cima, de pessoas com formação irrelevante para a área em que trabalham nos EUA? Basta fazer uma breve pesquisa na internet para percebermos que estes elementos não têm nada a registar, não são especialistas em coisa alguma. A única credencial que têm é serem protegidos do Governo Português. Leva-nos isto a pensar que o destino de ambos será igual ao dos seus antecessores: mudando o Governo em Portugal, serão exonerados, de imediato. E bem merece este governo esta atitude porque não respeitou nem as comunidades nem os compromissos assumidos publicamente sobre a nomeação por concurso público dos coordenadores e consultor para os EUA. Acabou nomeando, com base na confiança política, e o resultado é este.

Temos um trio desqualificado, que nada nos honra, em comparação com as altas credenciais dos Conselheiros para o ensino das outras línguas europeias. É pena que os governos portugueses repitam constantemente os mesmos erros e que gastem desnecessariamente o dinheiro do erário público, quando esse mesmo dinheiro deveria ser utilizado para ajudar a incrementar o ensino da língua portuguesa nas nossas comunidades. Parece-me que existem centenas de pessoas em Portugal e nas comunidades com um perfil muito mais adequado e dignificante para levar avante o trabalho destas coordenadoras e consultor e, quem sabe, por muito menos dinheiro. Material Didáctico e formação dos nossos professores fazem realmente mais falta do que sustentar estas senhoras e senhor, amigos de Secretários de Estado, nos EUA.

As comunidades têm motivos para se envergonhar da decisão do actual governo, depois de vários anos de espera para ver o assunto do ensino resolvido. Tempo foi o que não faltou para agir em total respeito pelos princípios democráticos.  Obrigado.

Manassas, Virgínia,  Fevereiro de 2009

José João Morais – Manuel Carrelo  

Conselheiros das Comunidades"

 

Deixamos ao leitor a palavra... Que cada um veja até que ponto temos caciques no poder ou governantes competentes... Porém, se alguém ocupa altos cargos ainda que  tenha um diploma passado ao domingo, qualquer cidadão ou analfabeto pode ser coordenador da Língua Portuguesa pelas comunidades lusas espalhadas pelo Mundo... Aliás, se o computador que o Governo obrigou os professores a "vender" aos pais por esse Portugal tem como idioma o "Magalhanês"... qualquer incompetente (desde que seja socialista, claro!) pode perfeitamente coordenar o ensino Português pois, dificilmente fará pior... Assim vamos... Comentários para quê...?

publicado por J.Ferreira às 10:45

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|  O que é?
Terça-feira, 17 de Março de 2009

Magalhães: de "Errare humanum est" a "Herrar é o Mano".

 

A evolução da Língua Portuguesa na "Era Socialista" passou a ser feita através de uma nova metamorfose. Até aqui, explicávamos a evolução da Lingua partindo do Latim até ao Português. Na "Era Socialista", passaremos a explicar aos alunos como a Língua Portuguesa evoluiu do "Latim" ao "Magalhanês". Esta evolução enquadra-se numa perspectiva de reconhecimento deq ue qualquer analfabeto poderia ser engenheiro. É a forma de reconhecimento do saber que Sócrates implementou com ao Programa "Novas Oportunidades" dissemina e prolifera como um vírus sem descontrolado... São as formas de ascensão no saber bem características da filosofia que sustente a democratização dos diplomas. Para este Partido Socialista (em que qualquer  cidadão, mesmo que tenha tido fracasso escolar sucessivo pode vir a ser "Doutor"!..

 

Com a "Era Socialista" no poder, seja pelos escritos produzidos pela Directora Regional de Educação do Norte (DREN) seja pelos Programas contidos no Magalhães (o computador falsamente apresentado pelos Socialistas que governam como Genuinamente Português!), a Língua Portuguesa poderá ser caracterizada  como o resultado de uma evolução em 3 etapas:

 

Latim: Errare humanum est

Português: Errar é Humano

Magalhanês: Herrar é o Mano

 

Parece mesmo um filme... e estará em exibição em todas as casas do país… num qualquer computador “MAGALHÃES”... bem perto de Si!   É caso para desabafar: Pobre Língua de Camões! Que te havería de acontecer ... Tão maltratada que és por estes novos  Socialistas.  E tenta o governo dizer ao Povo que há problemas na Escola e que tem de ser feito um esforço para melhorar o Ensino... ! Os professores que aguentem... O que vale é que os professores são persistentes e sabem, ou melhor, esperam (para o bem do ensino dos jovens de Portugal) que esta fase socialista é passageira! Os eleitores (pais e familiares dos primeiros utentes da Escola!) que abram os olhos...

 

Nós apenas dizemos ao Governo: "Por favor…! Poupem-nos a mais desgraças…  Para nos envergonharem no estrangeiro, já nos basta a ver a forma como os Chefes dos países da Europa se riam ao ouvir falar  Inglês o nosso Primeiro Ministro (engenheiro!) José Sócrates.

 

 

Ai, Sócrates… Quanta falta te fazia que tivesses conhecimento das célebres frases de Groucho Marx, actor americano (1890 a 1977): "É melhor ficar calado e passar por ignorante que abrir a boca e dissipar quaisquer dúvidas"!

 

Como diria o Zé Povinho: Ah, pobre Sócrates, nem às solas do Barroso chegas!

 

Agora, com um esforço de imaginação já estou a ver como os "Gato Fedorento" tratariam, humoristicamente, deste tema:

Numa grande Homenagem a Fernão de Magalhães, José Sócrates apresentou ao país o primeiro computador genuinamente português! (Bem... o primeiro, quer dizer... o primeiro... a ter escrita em magalhanês!... É que por esse mundo fora, há mais uns 4 ou 5 iguais e... Sr. primeiro Mnistro... há mais de um ano! Então os senhores do plano Tecnológico Inovador nem sabem o que existe por esse mundo? Está bem... Está bem... Até podem passar mentiras a uma grande parte de portugueses porque como ainda nem lhes chegou a casa o "Magalhães" não podem dar uma voltinha pelo mundo virtual e descobrir um REAL MENTIRA! Mas enfim... vamos lá dar um puntinho ao Sr. Ministro. Ele até estava de boa fé... Só que não sabia, como do costume, do ques está a falar porque anda muito mal informado... Pobre... Nem tem culpa... O Plano Tecnológico ainda nem chegou a S. Bento... Aliás, este Magalhães é original... quanto mais não seja, porque é o único em cor azul...  Bem e apresenta software escrito em "Magalhanês"... Resumindo: mudou a cor da bolsa e fez o que nunca ninguém tinha ainda feito: escrever em Magalhanês… Vá lá…! O Primeiro-Ministro bem poderia brindar as criancinhas com um produto cor-de-rosa! Ou pelo menos, para as meninas, não acham?!…”

  

Englobado na grande e inovadora iniciativa do Plano Tecnológico o (DES)governo de José Sócrates continua a trabalhar arduamente na sua grande aposta: “Educação A Caminho do Abismo”! Em breve, todas as crianças, jovens e adultos, (governantes do futuro) com ajuda do inovador e genuinamente português preparados para falar o novo idioma oficial de Portugal: o "Magalhanês". Assim, ficaremos seguramente, mais afastados do Brasil”

 

*   Herrar é... O Mano 

*  "Cada automóvel só pode mover horizontalmente ou verticalmente. Tu  deves ganhar espaço para permitir ao carro vermelho de sair pelo portão à direita." 

*  "O Tux escondeu algumas coisas. Encontra-las na boa ordem." 

*  "Carrega nos elementos até pensares que encontras-te a boa resposta.  (...) Nos níveis mais baixos, o Tux indica-te onde encontras-te uma  boa cor marcando o elemento com um ponto preto. Podes utilizar o botão  direito do rato para mudar as cores no sentido contrario." 

*  "Dirije o guindaste e copía o modelo." 

*  "Abaixo da grua, vai achar quatro setas que te permitem de mexer os  elementos." 

* Nota: instruções para o jogo sudoku: "O objectivo do quebra-cabeças é de entrar cifres entre 1 e 9 em  cada quadrado da grelha, frequentemente grelhas de 9x9 que contéem  grelhas de 3x3 (chamadas 'zonas'), começando com alguns números já  metidos (os 'dados'). Cada linha, coluna, e zona só pode ter uma vez  um símbolo ou cifre igual." 

*  "Carrega em qualquer elemento que tem uma zona livre ao lado dele.  Ele vai ir para ela." 

*  "Enfia a bola no buraco preto á direita." 

*  "Com o teclado, escreve o número de pontos que vês nos dados que caêm." 

*  "O objectivo do jogo é de capturar  Ao princípio do jogo 4 sementes são metidas em cada casa. O jogadores  movem as sementes por vês. A cada torno, um jogador escolhe uma das 6  casas que controla. (...) Se a última semente também fês um total de 2  ou 3 numa casa do adversário, as sementes também são capturadas, e  assim de seguida. No entanto, se um movimento permite de capturar  todas as sementes do adversário, a captura é anulada (...). Este  interdito é ligado a uma ideia mais geral, os jogadores devem sempre  permitir ao adversário de continuar a jogar." 

*  "Aceder ás actividades de descoberta."  

*  "Pega as imagens na esquerda e mete-las nos pontos vermelhos." 

*  "Carrega e puxa os elementos para organizar a historia."  (nota: "historia" é repetidamente escrito sem acento) 

*  "Saber contar básicamente." 

*  "Move os elementos da esquerda para o bom sitio na tabela de entrada  dupla." 

*  "Puxa e Larga as peças no bom sitio."  (nota: "sitio" nunca é escrito com acento) 

*  "Com o teclado, escreve o número de pontos que vês nos dados que caêm." 

*  "Primeiro, organiza bem os elementos para poder contar-los (...)." 

*  "Carrega no chapéu para o abrires ou fechares. Debaixo do chapéu,  quantas estrelas consegues ver a moverem? Conta attentamente. Carrega  na zona em baixo à direita para meter a tua resposta." 

*  "Treina a subtracção com um jogo giro. Saber mover o rato, ler  números e subtrair-los até 10 para o primeiro nível." 

*  "Quando acabas-te, carrega no botão OK ou na tecla Entrada." 

*  "Conta quantos elementos estão debaixo do chapéu mágico depois que  alguns tenham saído." 

*  "Olha para o mágico, ele indica quantas estrelas estão debaixo do  seu chapéu mágico. Depois, carrega no chapéu para o abrir. Algumas  estrelas fogem. Carrega outra vês no chapéu para o fechares. Deves  contar quantas ainda estão debaixo do chapéu." 

*  "Lê as instruções que te dão a zona em que está o número a  adivinhar. Escreve o número na caixa azul em cima. Tux diz-te se o  número é maior ou mais pequeno. Escreve então outro número. A  distância entre o Tux e a saída à direita representa quanto longe  estás do bom número. Se o Tux estiver acima ou abaixo da saída, quer  dizer que o teu número é superior ou inferior ao bom número." 

*  "Tens a certeza que queres saír?" 

*  "Aprende a escrever texto num processador. Este processador é  especial em que obriga o uso de estilos (...)" 

*  "Neste processador podes escrever o texto que quiseres, gravar-lo e  continuar-lo mais tarde. Podes estilizar o teu texto utilizando os  botões à esquerda. Os quatro primeiros permitem a escolha do estilo da  linha em que está o cursor. Os 2 outros com múltiplas escolhas  permitem de escolher tipos de documentos e temas coloridos  pré-definidos." 

*  "Envia a bola nas redes" 

*  "É preciso saber manipular e carregar nos botões do rato fácilmente." 

*  "O objectivo é só de descobrir como se podem criar desenhos bonitos  com formas básicas (...)." 

*  "O objectivo é de fabricar um forma dada com sete peças." 

*  "Quando o tangram for dito frequentemente ser antigo, sua existência  foi somente verificada em 1800."  (nota: explicação do tangram, um quebra-cabeças tradicional chinês) 

*  "Mexe as peças puxando-las. Carrega o botão direito nelas para as  virar. Selecciona uma peça e roda à volta dela para a rodar. Quando a  peça pedida estiver feita, o computador vai reconhecer-la (...)." 

*  "Reproduz na zona vazia a mesma torre que a que está na direita." 

*  "Reproduzir a torre na direita no espaço vazio na esquerda." 

*  "Puxa e Larga uma peça por vês, de uma pilha a outra, para  reproduzir a torre na direita no espaço vazio na esquerda." 

*  "Move a pilha inteira para o bico direito, um disco de cada  vês."(nota: as quatro últimas frases são as instruções dos jogos  "Torres de Hanoi" e Torres de Hanoi simplificadas" - "Hanoi" sem  acento no "o") 

*  "Torno dos brancos"  (nota: a vez de jogar das peças brancas num jogo de xadrez) 

*  "Joga o joga de estratégia Oware contra o Tux."    

 

Como podem estes governantes Socialistas colocar em causa a competência dos professores? Será que ninguém no Ministério teve o bom-senso de “dar uma olhadela” aos programas do Magalhães antes de os comercializar, antes de “obrigarem” os professores a “vender” aos pais esta porcaria?

Sem palavras… 

É caso para perguntar: "Para onde vai a Língua  Portuguesa? Já não bastava terem assinado um acordo luso-brasileiro (lusobrasileiro?!) para que a Língua seja mais um conjunto de complicações?  O Governo Português promove e patrocina a disseminação de uma nova variante: o "magalhanês"?

publicado por J.Ferreira às 12:14

link do post | comentar | favorito
|  O que é?
Domingo, 8 de Março de 2009

Prémio "Borracha de Ouro" para Ministério da Educação

No final da notícia de "O Público", diz-se  que Margarida Moreira (Directora Regional de Educação do Norte), apenas respondeu: "Não me pronuncio sobre essas coisas. Acho ridículo."

 

Se fosse criada a "Borracha de Ouro" para os erros ortográficos, cremos que a Directora Regional de Educação do Norte seria uma indiscutível candidata.  Talvez esse prémio lhe permitisse abandonar a DREN e, desta forma, que fossem apagados de vez os seus erros de ortografia e sintaxe...  Mais... A atribuição do prémio proporcionar-lhe-ia a oportunidade de usar o seu valor para voltar à escola e aprender a escrever...

De facto, desde que esta senhora chegou à DREN, os erros ortográficos e/ou de sintaxe tornaram-se "o pão nosso de cada dia" nos documentos oficiais emanados por este organismo. É uma pena, ou melhor, é lamentável que, um Governo que tanto pretende valorizar a excelência, tenha na sua equipa pessoas que a escrever envergonham o mais simples dos cidadãos. Se entre o comum dos cidadãos estes erros seriam desculpáveis, num organismo do Ministério da Educação, eles são inadmissíveis. Apenas continuam no poder porque foram nomeados por um Primeiro Ministro de um Governo que em nada é melhor do que os seus súbditos mais directos. Estas aberrantes falhas na escrita podem até ser desvalorizadas pelos governantes, tal como aconteceu com os erros contidos nos jogos do "Magalhães" que foram divulgados como "educativos", são a prova mais que evidente da INCOMPETÊNCIA DOS (IR)RESPONSÁVEIS MÁXIMOS DO MINISTÉRIO DA (DES)EDUCAÇÃO! Lembremos que no parlamento, José Sócrates afirmou: «O Magalhães, propriamente dito, é um computador. Mas é mais do que isso. É um projecto educativo». Ora, se é um "projecto educativo" está em decadência pois foi o mesmo governo que já mandou desinstalar software do dito Magalhães, destruindo assim parte desse projecto educativo!... De facto, a prova da incompetência está no "Magalhanês" no Computador "genuinamente português" (Mentira!), mero acto de  propaganda do Secretário Geral do Partido Socialista, mais conhecido por Engenheiro José Sócrates!

 

Desde que a Ministra da Educação criou os critérios para o “Concurso para Professor Titular” deixou cair a capa que lhe escondia a incompetência.  Como diz a máxima, melhor "ficar quieta" e deixares dúvidas sobre a tua competência do que "fazer algo" que demonstre que és mesmo incompetente, mais lhe valia à Senhora Ministra da Educação ter ficar quieta do que promover a destruição do Sistema Educativo. Com a sua primeira medida que pensava ser o grande "Eureka" dos  Socialistas, afinal não passou da "descoberta da pólvora" educativa" tendo incendiado o clima de paz que havia nas escolas... E a Ministra demonstrou aos alunos e professores (a sociedade parece ainda não ter despertado para os problemas que estão a ser criados por esta Ministra da Educação!) que é A MINISTRA MAIS INCOMPETENTE DESDE O 25 DE Abril.  DE 1974.  Aliás, tal como na economia, voltamos a 1974... Crescimento que, e numa espécie de reedição de "Em Busca de Nemo", José Sócrates andará numa azáfama de engenharia em busco um nexo de causalidade entre a escola e o Estado da Economia Nacional para culpar os professores!)

De facto, os critérios que criou para “Concurso para Professor Titular” são a prova mais que evidente de que é UMA EQUIPA MINISTERIAL INCOMPETENTE. Com esta FARSA DE CONCURSO, com esta PALHAÇADA DE CONCURSO, a "LURDINHAS" demonstrou bem como se consegue obter um lugar de excelência em educação (CHEGOU A MINISTRA!). Que o GOVERNO se venha desculpar dizendo que a responsabilidade foi da Empresa. De facto, a empresa do MAGALHÃES não fez mais do que COPIAR os critérios que o GOVERNO colocou na lei para admitir professores para o Ensino Português no Estrangeiro: ter nascido em Portugal (ainda que aos 2 meses tivesse ido para França e nada saiba de Português). Só assim se explica que um PROGRAMA tão VERGONHOSO possa ter sido instalado num COMPUTADOR que MENTIROSAMENTE O PRIMEIRO-MINISTRO ANUNCIOU como GENUINAMENTE PORTUGUÊS quando já existia há muito tempo. Tinha outros nomes, claro. E internacionalmente, quando foi anunciado por Sócrates como Genuinamente Português, já ía na segunda geração... Mas isso não é uma mentira... É aquilo a que, no idioma política(mente) correcto, se criou o hábito de chamar de (in)verdade e a que Sócrates e seus governantes foram habituando os portugueses depois da prometida e não cumprida baixa de impostos... (The second generation Classmate was unveiled on 3 April 2008 at Intel's Developer Forum). Estamos a ver que o Português está cheio de erros e não é motivo de preocupação para os governantes! Aliás, até convém manter as pessoas ignorantes. Já Salazar assim pautava a sua política: povo ignorante mais fácil de enganar, manipular, governar... quase se diria, "roubar".  É A VERGONHA DAS VERGONHAS. DEMITAM-SE!

MAIS... Tenho Software Multimédia, elaborado apresentado em 1994 no âmbito de uma Licenciatura em TECNOLOGIAS DE ENSINO da UNIVERSIDADE DO MINHO. O mesmo foi posteriormente (1996) PREMIADO pela IBM, no âmbito do Concurso "Mostra o Teu Talento e Ganha!". Nunca o Ministério quis saber dele para nada... Mas já muitos alunos beneficiaram dele. Os meus filhos aprenderam a ler antes de irem para a escola sem ajuda de nenhum de nós, pais. O meu BENJAMIM já lê desde os TRÊS ANOS E MEIO... Chegou agora ao primeiro ciclo e lê bem mais rápido e expressivamente do que a maioria dos Alunos do 4.º ano... QUE FALTOU...? QUE FALHOU? Ter chegado a Professor Titular? Sim! Cheguei a TITULAR porque, felizmente (!?) o funeral do meu avô decorreu em ano anterior ao que a Ministra da Educação decidiu como início da contabilização de pontos para chegar a Titular. O CONCURSO DA VERGONHA… UMA PALHAÇADA!... Sou TITULAR porque, entre 1999 e 2006…

1) Não fui submetido a nenhuma intervenção cirúrgica.

2) Não fui internado nem tive de lutar contra o cancro (como Manuela Estanqueiro).

3) Já tinha terminado o meu destacamento a pedido do Ministério da Educação (decorreu de 1994 e 1998 a maioria do tempo com Governos Socialistas!)

 

Assim... apenas posso dizer, com toda a certeza que, EU SOU TITULAR... Sim... Sou Titular... Não por ser competente...  De facto, para além dos factos acima referidos, CHEGUEI a TITULAR SIMPLESMENTE PORQUE... SOU HOMEM !  E, como tal, não fui eu que desenvolvi a gravidez dos meus filhos... Nem tive de me submeter a um internamento para parto... nem fui eu que tive de faltar à escola para amamentar os meus filhos.... Por isso... AVALIEI PROFESSORES NO PASSADO... MAS HOJE, SOU TITULAR... NÃO POR SER COMPETENTE... MAS PORQUE TIVE A FELICIDADE DE SER SAUDÁVEL nos últimos 8 anos... Não tem quqlauqer lógica. Não faz qualquer sentido. AFIRMO, POIS, TENHO VERGONHA DE SER TITULAR...

 

ESTE GOVERNO que se preocupa demagogicamente com a representatividade feminina nas listas de deputados , deveria ter vergonha! Com efeito, castigou as mulheres (professoras) no seu direito à progressão na carreira por terem tido a coragem de assumir o mais nobre do "ser mulher": ser mãe..!

 

Os espartanos valorizavam as mulheres. E diziam elas : "somos as únicas capazes de pôr homens no mundo".  Mas esta ministra deve ter algum trauma e, talvez por isso, odeia as mulheres... Sinceramente... Não se percebe! Sabendo que a maioria dos docentes são mulheres professoras, a Ministra, uma mulher  castigou as professoras por terem demonstrado ser "mulheres", isto é, as únicas que colocam homens no mundo! Nem mesmo no fundamentalismo islâmico seria aceitável tal tratamento.

 

Castigadas por desempenharem a função humana que mais deveria ser enaltecida e protegida: e que é exclusiva das mulheres: SER MÃE. Que no dia do VOTO as mulheres s lembrem do castigo que o governo Socialista e esta Ministra da Educação lhes impôs... E que todos aqueles que têm o mínimo de respeito e admiração pelo papel daquela que foi a mulher que os colocou no mundo (sejam hoje filhos, maridos, pais, netos ou avós, etc...), castiguem severamente nas próximas eleições, e nas seguintes e nas que se seguirem... o partido que permitiu semelhante aberração aprovando leis discriminatórias. E que os incompetentes  dos (des)governantes (pseudo)socialistas que vieram dos quatro cantos do oportunismo partidário (Sócrates passou-se para os socialistas como forma de retaliação por ter perdido as eleições para a direcção da Juventude Social Democrata!) regressem ao lugar do qual, para bem de Portugal e dos portugueses, nunca deveriam ter saído: A Oposição. É lá o seu lugar. Nenhuma das vergonhosas e absurdas medidas destes socialistas teriam sido possíveis e muito menos impostas pelo PSD caso tivéssemos o PS na OPOSIÇÃO...

 

Não temos partido... Para nós todos  os partidos existem para se "servirem do povo" e "não para "servir o povo". Mas uma constatação poderemos afirmar com clarividência: Uma sociedade que se quer humanista e personalista tem que ter presente que o lugar do PS é a OPOSIÇÃO.  Vejam acima o discurso de Sócrates na Assembleia quando presidia à bancada do PS na Oposição... José Sócrates na AR - 14/10/2004. Depois, comparem-no com a sua prática governativa.

Desde o que se passou em Paredes de Coura até ao que se passou com a entrada de agentes policiais nos sindicatos... Incrível... Criticam o controlo da Comunicação Social mas agem ainda pior.

 

Uma mulher é capaz de tudo (até, dizem, de levantar o Mundo!) se em causa estiver um filho. Pois as mulheres que no período abrangido pelo concurso tiveram a (in)felicidade de engravidar... foram penalizadas pelos Socialistas. Foram estes mesmos socialistas (ou pseudo-socialistas que tanto falam em paridade e que criaram quotas para as listas de candidatos ao parlamento) que, sem escrúpulos nem pudor, impediram milhares de mulheres professoras de se candidatarem a Titulares em igualdade e paridade com os professores homens. Assim José Sócrates e a sua Pérola (a Lurdinhas, Ministra da Educação!) destruíram  a carreira de milhares de mulheres professoras... De facto, com os critérios de excelência (absurdos!) criados por esta Ministra e a que José Sócrates não só deu cobertura como apoiou abertamente (e pagará, seguramente por isso!), só os homens foram beneficiados ...

Perguntamos, pois:

Onde andam as deputadas SOCIALISTAS feministas que permitiram e permitem, com o seu voto, que se continue e se perpetue esta indigna divisão da classe em categorias, tão penalizador para aquelas que foram ou são mães?

Foi demasiado conhecida pela comunicação social, a intervenção de mulheres (por exemplo, da Associação para a Defesa dos Animais) aquando da morte dos touros em Barrancos… Por isso perguntamos: Onde está a "Associação para a Defesa dos Direitos da Mulher" ou a "Associação para a Igualdade entre os Géneros/Sexos"?

As mulheres que estiveram internadas para "dar à luz” as crianças que nos garantirão o futuro enquanto povo, enquanto sociedade e nação que foram fortemente penalizadas por uma mulher(zinha!) que um dia lhe saíu na rifa desempehar o cargo de Ministra (por nomeação e não por competência nem capacidade demonstrada!). Não nos resta, pois, alternativa senão concluir que vivemos num Estado Socialista mais prepotente que o da extinta União Soviética. Tudo o que nos dizem não passe de demagogia, mentira... de discursos demagógicos e falaciosos que em nada contribuem para solucionar os problemas reais do país. Antes os agravam cada vez mais...

 

Mas há mais... e muito mais! Quando algo de mal se passa em questão de saúde, a mãe que amamenta é que acompanha a criança seja ao Centro de Saúde ou ao Hospital, ou mesmo, se for necessário ficar em casa para cuidar do bebé… Como pode uma Ministra castigar tão severamente as mulheres? Terá algum trauma por ser Mulher?

Eu não faltei. Eu pude aceitar ser nomeado para cargos pois tinha disponibilidade para os exercer… Claro. Não fui eu que fiquei “grávido” (sou homem, claro! Quem engravidou foi a mãe do meu filho…!). Logo… Ainda que fosse um incompetente no desempenho de cargos para que fui “nomeado” (eleito sem ter sido candidato porque assim determina a lei!) esta Ministra atribuiu-me pontos por cada ano em que estive nesse cargo. Ainda que o tivesse desempenhado super-incompetentemente (como ela desempenha o cargo de Ministra).

Conclusão… muitos de nós foram promovidos à categoria de "Professor Titular" não por sermos mais competentes mas porque, com critérios absurdos, conseguimos mais pontos que os nossos pares nos últimos 8 anos! Sim, porque quem desempenhou função dutrante toda uma vida mas que nos últimos anos estava como simples professor (tal como a anterior Directora regional de Educação do Norte, nomeada pelos mesmos socisliats que agora nos governam!) já não tem quaisquer pontos... Assim, cheguei a "Professor Titular" só porque tive a oportunidade de exercer cargos (ainda que os tenha exercido com a máxima das incompetências, tal como alguns dos presidentes dos bancos que caminham para a falência)!

 

E porque não há substância que justifique a criação de duas categorias porque os professores são simplesmente professores ao longo de toda a carreira e quando exercem outros cargos de maior responsabilidade ao nível administrativo e pedagógico, devem ser remunerados por essa função, lutaremos para que acabe esta divisão artificial, fictícia. É uma vergonha que ficará indexada ao partido socialista. Aquele que se diz defender a igualdade é o que mais promove a discriminação.

 

É a Ministra e o Governo quem diz que se pretende valorizar a colaboração mas é este governo que mais incentiva o mérito individual e pessoal em desfavor do mérito colectivo e o trabalho de equipa; dizem querer promover a cooperação mas criam um sistema de avaliação que promove a competção (com o conseguente egoísmo e individualismo). Ainda que se tivesse de aceitar uma dupla categoria, o acesso não foi construído com base num princípio mínimo de equidade e justiça que permitisse o acesso aos mais habilitados para a função que, uma Ministra desconhecedora da realidade das escolas, dizia ser necessário desempenhar para melhorar a qualidade das nossas escolas.Enfim. Um absurdo que o tempo se encarregará de fazer vir ao de cima...

Defendemos, por isso, o regresso à carreira única! Somos todos profissionais. Somos todos professores. Nenhuns são "mais iguais" do que os outros... Em nenhuma profissão se pode afirmar que há dois funcionários iguais. Não podem pretender que sejamos 100% iguais mas somos todos igualmente competentes e temos certificação académica para o desempenho da função, tal como os médicos que acabam os cursos com médias diferentes, como os condutores que aprovam na carta de consução com diferentres performances. Basta de buscar d¡ivisão onde reinava a união, a cooperação e a partilha de informação bem como de estratégias de superação de dificulddes com vista ao desenvolvimento de projectos nas comunidades escolares capazes de conduzir ao máximo êxito, no respeito óbvio pelas capacidades de cada aluno. De uma coisa podem os leitores estar seguros: ninguém mais do que nós (professores que passamos a vida com os jovens futuro promissor deste país em que queremos viver cada vez melhor e com maior qualidade de vida!) se pode arrogar do direito de estar mais interesado na melhoria da Educação dos nossos filhos.

É na escola que vivemos e passamos a maioria do nosso tempo de vida. Se formos nela infelizes, é essa a infelicidade que vamos passar para os vossos filhos! Se nela estivermos  contrariados e revoltados, é essa revolta que vai ficar reflectida na alma dos nossos filhos... Nas sociedades mais avançadas modernas e promissoras, os  professores são considerados como pedras basilares, como pilares, como peças fundamentais do desenvolvimento social e crescimento económico e do bem-estar. Por isso, são acarinhados, respeitados e valorizados pelos governos desses países e pela população. A perseguição e ataque cerrado aos professores de Portugal, empreendido pelo governo de José Sóctates, é algo de inédito e sem paralelo a nível europeu que dará muito maus resultados a curto e médio prazo. Pagaremos muito cara a factura da destruição do sistema educativo e da fractura que este governo infligiu aos professores e à carreira docente. Tal facto, apenas confirma e atesta o retrocesso que o país está a sofrer, devido a políticos incompetentes que chegaram ao poder marcados por "traumas" que os levam a perseguir aqueles que mais os ajudaram a chegar onde chegaram, facultando-lhes os instrumentos básicos de acesso à cultura.

Enfim... Se é certo e inquestionável que, por critérios absurdos, muitas PROFESSORAS foram impedidas de chegar a TITULAR (porque não tiveram a oportunidade de demonstrar que eram tão incompetentes como a Ministra) enquanto não voltar a ser simplesmente professor, gritarei aos quatro ventos: "Tenho Vergonha de Ser Titular". Percebem, caros leitores, a injustiça do Concurso a Professor Titular? Sim… ?  Por isso, no lugar de ser uma categoria nobre, ela é uma categoria que deve envergonhar os professores. Há, pois, há que lutar para que tudo isto seja anulado...Ó Tempo, volta para Trás... Voltemos atrás… antes que seja tarde!

publicado por J.Ferreira às 13:48

link do post | comentar | favorito
|  O que é?

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Subsidio de Natal versus ...

. Falsidades no Bloco Centr...

. Em Nome do DESACORDO Orto...

. Sucesso Escolar versus Co...

. António Costa e a Queda d...

. O Regresso dos Rankings e...

. Nas Tintas Para a Opinião...

. PAIS de ONTEM na escola d...

. O Milagre das Escolas Pri...

. Os Donos do Sol

.arquivos

. Novembro 2017

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds