Domingo, 9 de Outubro de 2011

Portugal é Um Campo de Golf

As notícias que surgem são assustadoras!  Imaginem...

Bastonário dos Médicos diz que "serão encontrados mais buracos no País".  "Portugal está na bancarrota e não vai cumprir a dívida", diz Bastonário dos Médicos. José Manuel Silva alerta que ainda "serão encontrados mais buracos no País", o que levará a "uma mudança radical" para os portugueses."

 

Como? Mais buracos?

Conclusão: os incompetentes que nos governaram nos últimos 17 anos...

Os socialistas de António Guterres e de José Sócrates transformaram Portugal neste pântano. Enfim.... Com buracos por todo o lado, melhor seria dizer, num autêntico campo de golf.

Sim... Este foi o resultado de 15 anos de (des)governo socialista que levaram Portugal ao abismo. Com um interregno de pouco mais de 2 anos em que os social-democratas coligados com centristas, foram os socialistas que tiveram as rédeas do poder desde 1995 até 2011...

De quem é a culpa deste descalabro? Dos professores? Pois foi aos professores que os socialistas atacaram como se atacando, achincalhando, maltratando, epexinhando um grupo profissional servisse para resolver os problemas do país que eles mesmos estavam a cavar...

Desde o Primeiro Ministro aos seus nomeado (como o governador do Banco de Portugal, Vítor Constâncio, cuja incompetência para controlar o que se passou com BPP e BPN foi premiado pela Europa com um lugar no Banco Central Europeu) à Ministra da (des)Educação Maria de Lurdes, Portugal teve o que mereceu: uma mão cheia de incompetentes.

Os que denunciaram que estávamos "de tanga" acabaram "postos na rua" pelo senhor que exercia na altura o mais alto cargo da nação: Jorge Sampaio. O povo português gosta mais de quem o engana com palavras doces (ainda que recheadas de mentira) do que daqueles que dizem a verdade ainda que essa seja: "o rei vai nu".

Por isso, quem quer que seja que diga a verdade, é visto como pessimista, derrotista... Por isso se compreende que Manuela Ferreira Leite tenha obtido o resultado que obteve contra José Sócrates, ainda há apenas dois anos...!Dizia que não havia dinheiro e que cancelaria o TGV...

Os socialistas de Sócrates, que conduziam o país com a herança deixada por António Guterres (em que Sócrates também havia sido Ministro!) receberam um país que estava "de tanga" (segundo palavras de Barroso) e deixaram-no "sem tanga"!

Agora, a incompetência de uns quantos do partido que levou a ex-União Soviética ao estado que todos sabemos (curiosamente, do mesmo partido que governava a Irlanda, a Grécia, Portugal e Espanha, países mais atingidos pela crise internacional, como se os demais estivessem munes!) conduziu Portugal ao que todos sabemos também: o abismo! Que castigo para estes incompetentes ?

Sim... Que castigo para quem, em vez de governar se dedicou a perseguir os professores desde

Que motivos levaram Jorge Sampaio a aceitar e empossar um governo que demitiu pouco mais de 4 meses depois?

Por que motivo é que o Presidente da República (o socialista Jorge Sampaio) deu posse a um novo governo do partido que havia sido sufragado pelo povo dois anos antes (na sequência da saída de Barroso para Presidente da Comissão Europeia)? Terá sido por na altura o Secretártio-Geral dos socialistas ser Ferro Rodrigues e, nas sondagens estar muito mal colocado?

Por que motivo se "zangou" Ferro Rodriguese pediu a demissão quando defendia que, a confirmar-se a saída de Durão Barroso se deveria dissolver o Parlamento?

Terá sido por nas sondagens o líder dos socialdemocratas estar melhor posicionado que Ferro Rodrigues? Terá sido para afastar os socialista Ferro Rodrigues das lides da comunicação social e de toda a trama polémica relacionada com o processo Casa Pia em que altos poíticos se encontravam envolvidos?

Não se saberá nunca o motivo pois só Jorge Sampaio o poderia confessar. Na verdade, ao proporcionar a demissão de Ferro Rodrigues, Jorge Sampaio abria as portas para a aparição de José Sócrates (que, ao aparecer como comentador na comunicação social, vinha preparando a sua imagem como possível sucessor do Secretário-Geral socialista).

Com esta estratégia, consciente ou inconscientemente, Jorge Sampaio preparou a armadilha em que Santana Lopes iria cair... Há até quem prefira outro tio de metáfora: Jorge Sampaio apenas preparou a "corda" com que Santana Lopes se viria a "enforcar" (politicamente falando!).

Não se sabe se abriu a porta aos socialisats para regressarem ao poder?

Com uma afirmação absurda e falsa de que "não querem ser avaliados" quando os únicos que nucna são verdadeiramente avaliados são os políticos que NUNCA respondem pela incompetência, pois sempre recebem os seus salários antes que os demais portugueses e, quando se vão levam a subvenção vitalícia mesmo que tenham arruinado as finanças públicas!) ?

Somos um povo que não sabe valorizar quem o merece...

O maior exemplo é a perseguição que foi feita aos professores durante as legislaturas socialistas de José Sócrates. Os professores que sempre deram o melhor, quantas vezes sem os recursos adequados por falta de sensibilidade dos políticos do governo ou das autarquias a quem compete adjudicar as verbas dos impostos e que preferem aplicar o dinheiro (ainda que mal!) em piscinas (para serem utilizadas durante apenas dois meses de verão) ou colocando relva sintética nos estádios de futebol das aldeias esbanjando em centenas e centenas de milhares de euros do que equipar as escolas com os recursos que fazem falta.  Se querem um exemplo paradigmático, investiguem os gastos da autarquia socialista de Braga... Por que razão isto se passa assim? A explicação é fácil: as crianças não votam!

Os socialistas que  nos (des)governaram tinham de encontrar um bode expiatório para o fracasso das suas políticas que apoiaram a construção de estádios que custaram cerca de sete vezes o valor do orçamento inical (como o "Estádio da Pedreira" em Braga!)...

E quem elegeram os socialistas para massacrar? Os professores. Sim. Os únicos profissionais que, tendo-se limitado a cumprir as ordens dos políticos que superintendem o Ministério da Educação, foram escolhidos e apontados pelos governantes incompetentes como os culpados do "estado" a que chegou o "Estado".

Os professores que sempre foram uma classe responsável e cumpridora dso seus deveres apenas se limitam a seguir o rumo traçado pelos políticos. E depois dos socialistas de Guterres ("apaixonados" pela Educação) vieram os provocadores de "divórcio" entreos agentes da Educação.

 

Todos se devem recordar da mensageira da "Política de Verdade". Curioso. Avisou o povo português do rumo que Sócrates estava a tomar... Mas, o povo não lhe deu ouvidos... De ques erve a credibilidade de uma pessoa se até aqueles que não contribuem (ou até nunca contribuiram!) com impostos para o bolo do orçamento de Estado (ou seja, cidadãos que são ou sempre foram apenas beneficiários) têm direito a votar e decidir dessa forma o que se faz com o dinheiro e quem o vai gestionar...Qualquer cidadão, ainda que nada perceba do que está em causa, pode ir votar. Mesmo analfabeto pode decidir... Depois, temos eleitos que são o espelho da maioria dos cidadãos (daqueles que apenas recebem, que apenas têm direitos e nenhuns deveres!). Não devemos, pois, estranhar o que fizeram com a imegem dos professores. 

É que estudar exige esforço. E, se o governo castiga os professores porque os filkhos dos portugueses preferem ir ao cinema, ao futebol, ao concerto do "Rock in Rio" em vez de estudar, os paizinhos podem ficar tranquilos que os seus filhos nunca serão traumatizados pois o seu fracasso será achacado aos professores: esse bando de incpometentes que não querem ser avaliados... pelo menos eu não quero ser avaliado pelos resultados escolares de alunos que nem um dicionário têm em casa porque os pais preferem gastar o salário (ou subsídio) em "playstations", "nintendo", vinho ou bilhetes de futebol... Recuso-me a ser avaliado pelas faltas dos alunos que faltam porque ficam a dormir em casa porque foram de noitada (sozinhos ou com os paizinhos!), nem daqueles que não obtêm sucesso porque às duas da manhãa ainda estão a ver televisão no seu quarto, chegando à escola cansados, com olheiras de quem não dorme há três dias, a sustentar a cabeça com as mãos para não adormecerem sobre as mesas ou a bocejar... 

Porque falou verdade e nós, portugueses, gostamos muito mais de quem nos engana com palavras doces do que daqueles que sabem como entoar "o canto da sereia". Enfim...Triste país... Mas é o que merecemos.

Lembro-me de um homem que chegou a máximo magistrado da nação (Jorge Sampaio) ter afirmado que preferia "engenheiros no desemprego" do que "agricultores analfabetos". Ora, está tudo dito...! E explicada a criação das Novas Oportunidades. Muitos se formaram "às três pancadas".

Ainda que haja quem defenda esta fantochada, muitos dos que a frequentaram sabem que pouco ou nada aprenderam...

Não admira que hoje, não tenhamos nem engenheiros nem agricultores analfabetos.  Os agricultores abandonartam o campo: foram formar-se nas novas oportunidades, têm um canudo e querem um emprego de "costa ao alto". Onde estão os verdadeiros engenheiros? Por certo não vieram das Novas Oportunidades... Se chegassem, seriam... engenheiros analfabetos. Mas são os engenheirs (Guterres, Sócrates...) que nos governaram... E cumprem promessas. Sócrates prometeu afundar o país (não foi por acaso que chamou à sua legislatura de "A Tempestade Perfeita".

 

publicado por J.Ferreira às 22:30

link do post | comentar | favorito
|  O que é?

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Portugal é Um Campo de Go...

.arquivos

. Novembro 2017

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds