Quarta-feira, 29 de Agosto de 2012

56 MEDIDA CONTRA A CRISE

 

Não... Não há falha. É mesmo no singular. Não são 56 medidas contra a crise...É mesmo como diz no título: "56 Medida Contra a Crise". Isto porque o 56 é um Número fundamental no combate à crise actual. Ele pode ser parte da solução constituindo-se numa medida contra a crise.

Por que apresentamos estes códigos de barras? Simples. Porque temos de começar a tomar atenção aos códigos de barras dos produtos que compramos.

Há já uns anos que publicamos um post sobre esta questão: Quer Emprego em Portugal? Compre Produto Nacional!... É um artigo uma pouco mais longo mas que cremos ser um contributo importante para despertar as consciências para a necessidade de sermos um pouco mais orgulhosos do nosso valor, da nossa capacidade para produzir artigos de qualidade.

Hoje voltamos. E voltamos para renovar, aqui, o nosso apelo aos portugueses para que sejam mais "bairristas" na hora de decidir o "que consumir", na hora de decidir o "que comprar", de forma a que cada um seja capaz de dar o seu contributo (ainda que pareça "uma gota no Oceano", um Oceano é feito de muitas gotas. E, sem qualquer uma das gotas que o compõem, nenhum Ocenano seria o mesmo. O oceano de que falamos aqui não tem água mas está a meter água por todo o lado: a economia portuguesa.

 

Como se pode dar um contributo? Traga a sua gota. Perguntam como conseguir enviar a sua gota? Simples.

basta atentar no número que de seguida repetidamente apresentamos: ( 56 ). Cada português deve memorizar o 56 como se fosse o prefixo de um telemóvel. Pelos motivos que as seguir apresentamos...

 

  56 --> Não imaginam a mudança económica que seria para Portugal se os portugueses consumissem principalmente artigos portugueses, feitos pelas pessoas que trabalham no nosso país, em vez de se consumir produtos de importação (estrangeiros feitos a baixo custo por falta de condições de trabalho e de direitos laborais nesses países!) ajudando a arruinar o nosso país e as nossas famílias.


  56 --> O Fundo Monetário Internacional prevê que Portugal estará em recessão, ou seja, que vai diminuir a nossa riqueza nacional, em suma, seremos masis pobres!

Que fazer então? Simples…

 

  56 --> Podemos fazer muito enquanto cidadãos consumidores.

 

  56 --> Consumir produtos portugueses. É a melhor maneira de manter as pequenas e médias empresas em nosso país, que é o que suporta mais de 80% do emprego.

  56 --> Verifique a etiqueta: O código de barras de “feito em Portugal” é, basicamente, escrito com os números 5 6 (logo no início!).

  56 --> Os milhões gerados por esta decisão será em toda a produção e também gerar impostos e salários que permanecem aqui.

  56 --> Algo tão simples (como olhar para os rótulos ao comprar, comprar um carro fabricado em Portugal ou não ir para o estrangeiro durante os próximos dois anos) pode contribuir para manter o seu emprego, garantindo os seus salário e o futuro dos seus filhos, da sua família, dos seus amigos... enfim, dos portugueses!

 

Sejamos conscientes de que a nossa economia depende tammbém, de nós, do nosso coportamente enquanto consumidores responsáveis.

 

Assim, na nossa escolha entre produtos equivalentes — passando a publicidade, veja-se o caso da cerveja: Carlsberg, Heineken, Super Bock, Cristal, Sagres, ... — uma escolha consciente e produtiva para o nosso país seria que todos optássemos por pedir uma das marcas portuguesas!

 

Uma Saudação "à Portugesa" para Todos os Portugueses, invocando José hermano Saraiva: Um Bem-Haja pelo contributo apra ajudar o país a sair da crise.

 

publicado por J.Ferreira às 15:37

link do post | comentar | favorito
|  O que é?

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. 56 MEDIDA CONTRA A CRISE

.arquivos

. Maio 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds