Até que o Teclado se Rompa!
"O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons." (Martin Luther King)

12 Setembro 2008

 

 

Vejamos o que se passa na medicina.

Dois cidadãos vão ao médico com os mesmos sintomas e a mesma problemática. Perante o diagnóstico, o médico receita como terapia um determinado conjunto de medicamentos e práticas necessárias para uma boa recuperação...
Pois bem. Ao médico compete-lhe informar os dois pacientes do que têm de fazer para se recuperarem. Seguramente, o que se não pode fazer é exigir que o médico tome ele os medicamentos pelos seus doentes...
Convenhamos que, tal situação de nada serviria para a cura dos pacientes (Tal como o professor não pode passar as horas a estudar, praticar leitura, cáculo, etc, que competem ao aluno!).

Perante tal, o médico teve um paciente que tomou a medicação a horas certas, nunca falhou e, tal como recomendado, não ingeriu bebidas alcoólicas... (Tal como o aluno que estuda, pratica,
exercita...!). Outro paciente, vai precisamente para as tabernas, esquece os medicamentos em casa (tal como o aluno que passa o seu tempo na rua ou nos jogos de futebol, playstation, video, etc...).

Ora, por muito que lhes custe ou que lhes doa (aos paizinhos e ao governo) nenhum professor pode estudar pelo aluno as horas que a ele lhe competem!) Assim, um dos pacientes acaba por morrer... (No caso do aluno, reprova!). O outro, salva-se (o aluno que aprova!) ...
Pois. Para o Ministério da Saúde, o óbito deve-se ao incumprimento do paciente do preceituado na prescriçao médiuca. Para o Ministério da Educação, a culpa do insucesso do aluno é do professor...
Muito bem vai esta "Justiça Socialista".
Como pode uma Ministra ter a lata de atribuir as culpas do insucesso ao professor?


Vejamos o que se passa no Futebol.

Em linguagem futebolista - simplificando para quem de educação pouco ou nada entende (embora o tente fazer parecer e o consiga, devemos reconhecer-lo!)
Se os companheiros de Cristiano Ronaldo, isolados frente à baliza, não conseguem fazer golos... a culpa é do treinador? Pois é o mesmo, meu caro!... Na Verdade, esta é uma das piores medidas do governo: Avaliar Professores pelos resultados dos Alunos.
Ok... Pois, os professores e os alunos numa escola, tal como os jogadroes e treinadores num clube de futebol, são os mesmos para a mesma turma, tal como para cada equipa...


A Pergunta parece-nos mais que óbvia… Atendendo aos argumentos que apresentamos (e muitos outros se poderiam adjuntar)...
Porque se culpabilizam os professores pelos resultados dos alunos e não os médicos pelos diferentes resultados dos seus pacientes, nem os treinadores pelos diferentes resultados que atingem os seus jogadores?

E, como resposta, só pode ter, de duas, uma:
Ou estamos perante a “Justiça à Moda Socialista ou o Poder da Ditadura Democrática"
 

 

publicado por J.Ferreira às 15:37

pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
17
18
19
20

21
22
25
26
27

28
29
30


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

7 seguidores

blogs SAPO