Até que o Teclado se Rompa!
"O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons." (Martin Luther King)

29 Maio 2007

 

Curioso é que, ao navegar pelas páginas da internet se pode verificar que muita gente se apercebe de que afinal, algo vai mesmo muito mal neste Paraíso à beira-mar plantado, chamado Portugal...!

Um dos últimos blogs que tive a oportunidade de consultar, cruza diversas áreas para nos dar a conhecer a forma como este país vai sendo governado...

 

Para ajudar a entender o que vai mal neste país, aqui deixo umas frases que merecem dstaque... Porém, para os mais interessados em toda a polémica, aqui fica uma porta para o citado blog.

 

Se estivéssemos no ano da graça de 1996, bem que poderíamos sugerir à Universidade Independente a designação oficial para um curso de engenharia que, certamente, não teria dificuldades em encontrar alunos: "Engenharia de Construção de Bodes Expiatórios".

 

 Vejamos então o que se diz neste blog (sublinhados nossos!):

 

"Nunca reconhecer os erros cometidos é uma das características do Primeiro Ministro José Sócrates, licenciado em engenharia civil, que se tem revelado um especialista em construção de bodes expiatórios.
Os juízes são os responsáveis pela morosidade processual, os professores pelo insucesso escolar, os polícias pela insegurança, os autarcas pelo deficit .
O Governo em nada erra e nenhuma responsabilidade tem pelo que de mal acontece neste País .
Encerram-se maternidades, centros de saúde, escolas, delegações regionais de agricultura .

A seguir vêm os tribunais . Só falta mesmo encerrar o Governo ."

 

Bem, já agora, apetece acrescentar... Encerremos as fronteiras e coloca-se Portugal à venda, na expectativca de que os nuestros hermanos ainda estejam interessados neste pequeno rectângulo como estavam há pouco mais de 800 anos... (o que duvidamos!)

 

Sem comentários...? Ou talvez não.

 

 

publicado por J.Ferreira às 18:36

29 Maio 2007

 

No próximo dia 30 de Maio, Portugal sai à rua para protestar contra a política do Governo de José Sócrates que tem conduzido o país para o abismo...

 

Considerando que existem motivos sérios que nos levam a crer que só com uma atitude de força e união da classe trabalhadora o governo pode acordar do sono em que se encontra submerso. De facto, mais parece que o Governo vive no mundo do sonho, em que Portugal é uma almofada cor-de-rosa... quando as pessoas vêm tudo cinzento ou até mesmo negro (nem uma luzinha ao fundo do túnel aparece). Com esta política, mais de José Sócrates que Socialista, a situação está a agravar-se tal como confirma a recente publicação de dados oficiais que colocam Portugal com as mais elevadas taxas de desemprego das últimas décadas.

É necessário, pois, uma forte acção para fazer acordar este governo que parece sofrer de um encantamento maior que o da "Bela Adormecida" depois de ter sido picada pelo fuso...

Assim, compete a todos nós acordar o governo e lembrar-lhe todas as suas promessas eleitorais... e compará-las com a política oposta que tem vindo a seguir.

 

Por isso, aqui fazemos um apelo para que todos os trabalhadores adiram a esta luta e fazemos votos para que esta Greve Geral seja um Sucesso, para o bem de todos os Trabalhadores. Estamos contudo conscientes de que o clima de medo ou quase terror instalado em muitos organismos da função pública pode ser um forte entrave ao sucesso da Greve.

 

Porém, creio que nada há já a temer pois o Governo acaba de ver primeiro cartão amarelo, da parte da CNPD (Comissão Nacional de Protecção de Dados), por ter decidido obrigar os organismos da sua dependência a divulgar a lista dos grevistas,  classificando a decisão do governo como "procedimento discriminatório". Esta é uma atitude que certamente seria classificada como fascizante pelo partido que agora suporta o governo se nessa altura estivesse na oposição. No entanto, temos sérias dúvidas que houvesse algum partido de direita que tivesse a ousadia de levar esta ideia por diante... É que levaria imediatamente com a esquerda toda em cima... Agora... Diz-se que não há memória de um governo, nem mesmo de direita, que tenha dado "tanto na cabeça" aos trabalhadores e piorado as suas condições de vida" como o actual... Mas como "é um governo de esquerda" que está no poder, que com as suas políticas vem permitindo que os ricos (apenas alguns portugueses!) fiquem cada vez mais ricos num momento em que o país atravessa uma crise grave... a direita agradece e fica caladinha e sossegada, e espera pelo dia em que volte a governar o país... Só quando voltar à oposição, a esquerda voltará, de facto, a ser esquerda ...

Nessa altura, lá estará a direita para avivar a memória destes e doutros Socialistas sobre as medidas com pendor tendencialmente "fascizante" que empreenderam contra os trabalhadores, quando estavam à frente dos destinos do país...

Tristemente, a acção destes governantes quase nos leva a concluir que a chegada ao poder do Partido Socialista veio demonstrar, com propriedade, que há determinadas forças (de esquerda) que devem existir em todas as democracias, mas que têm tão-somente vocação para serem Oposição. Esta Esquerda que governa Portugal (Partido Socialista!) tem desiludido e desencantado uma grande maioria dos cidadãos democratas que na esquerda acreditavam... O facto da Greve Geral ter uma maioria de apoiantes afectos ao Partido Socialista demonstra isso mesmo... O desencanto que vai neste país...

Por isso, afirmamos que só com esta esquerda na Oposição, os trabalhadores têm ao seu dispor um partido que os defenda!

Assim, seremos forçados a concluir  que este Partido Socialista é uma força partidária que se diz de esquerda mas que está vocacionada, não para governar porque "desgoverna" e cria o caos, mas antes, para servir de "fiel e balança" quando os governos de direita governam o país...

 

Esperamos que o povo PORTUGUÊS não tenha memória curta, e que nas próximas eleições legislativas (e por que não já nas autárquicas em Lisboa onde existem tantos candidatos, inclusive, independentes...) lhes aponte o verdadeiro lugar que devem ocupar no Parlamento Português: a OPOSIÇÃO.

Esperem para ver... e recordar-se-ão destas palavras!

Por tudo isto, consideramos que nunca foi tão importante que os portugueses se manifestassem como agora...

Apelamos, pois, a que, no dia 30 de Maio, os trabalhadores não se deixem intimidar e que saiam à rua para mostrar, se não um cartão vermelho, pelo menos o segundo cartão amarelo contra as políticas deste governo o quanto valorizam a democracia...

 

Se formos capazes de mostrar o cartão adequado por certo o governo terá de mudar de rumo, nas suas políticas. Chega de espremer apenas alguns dos portugueses (e sempre os mesmos!)... Não podem ser sempre os mesmos a pagar a crise... Não é legítimo que se deixe de fora da contribuição para a resolução da crise que Portugal atravessa, entidades empresariais que apresentaram os seus maiores lucros de sempre, numa fase em que o governo manda as famílias dos trabalhadores portugueses "apertar o cinto" com base numa à recessão económica que parece passar à margem das ditas empresas...

 

 

Estamos convictos de que, desta vez, os portugueses serão capazes de demonstrar ao governo o seu descontentamento e a sua determinação em deixar de ser um povo pacífico e de brandos costumes...

Com votos de que, em Portugal, não seja necessário voltar ao 24 de Abril, nem a algo que se assemelhe ao Outubro de 2006, em Paris, quando a França ficou "a ferro e fogo"!...

 

É que a velha máxima "paciência tem limites" pode não ser exclusiva da cultura francesa!...

 

Muitos são os interessados em levar a cabo esta forte mobilização. Um outro "O Arrastão" podemos ver um texto que reflecte sobre Sete Razões Para Protestar e Fazer Greve. Vale a pena ler e reflectir...

 

Por considerar que são de interesse as reflexões nele contidas, independentemente de não significar isto uma total concordância com o seu conteúdo, aqui fica a citação do mesmo e, simultaneamente, uma porta para quem quiser aceder...!

 

 ...

 

publicado por J.Ferreira às 18:07

pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26



mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

7 seguidores

subscrever feeds
blogs SAPO