Até que o Teclado se Rompa!
"O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons." (Martin Luther King)

20 Julho 2010

Vejamos como alguns disparates no sítio do Ministério da Educação vêm provar como o Ministério da Educação está imune à incompetência.

Assim, no sítio do ME sobre a Avaliação do Desempenho de Docentes, mais concretamente o ponto 16. Regimes especiais podemos ler:

 

16.1. Período probatório diz que “Os docentes em período probatório são acompanhados por um docente do mesmo grupo de recrutamento. A escolha do acompanhante deve recair em professores que estejam no 4.º escalão ou superior e que na última avaliação tenham sido classificados com Bom. Sempre que possível, devem ser detentores de formação especializada e posicionados nos dois últimos escalões de carreira”.

 

(...)

 

A página termina informando: “Saiba mais: ECD – artigos 31.º e 32.º  e ADD – artigo 25.º ”

 

Ora, nós quisemos saber mais, mas sobretudo, quisemos saber se era verdade que os professores avaliados com Muito Bom ou com Excelente, poderiam ou não acompanhar os docentes em Período Probatório.

E que concluímos? Que este texto está mal redigido. Porquê? Porque a legislação é clara. Diria mesmo, claríssima.

E que este escrito do ME na página da Internet é adultera “o espírito do legislador”. No entanto, estes senhores que todos querem avaliar, permitem que se escreva esta aberração na sua página oficial na internet...

Então o legislador não ia saber escrever português? E dizem os governantes que faz falta avaliar os professores? Não. Comecem por arrumar a sua casa pois está com telhados de vidro...

 

4 — Durante o período probatório, o professor é acompanhado e apoiado, no plano didáctico, pedagógico

e científico por um docente posicionado no 4.º escalão ou superior, sempre que possível, do mesmo grupo de recrutamento, a quem tenha sido atribuída menção qualitativa igual ou superior a Bom na última avaliação do desempenho, a designar pelo coordenador do departamento curricular ou do conselho de docentes respectivo, que: (...)” In ECD.

 

Por isso...

Onde diz 16.1. Período probatório “Os docentes em período probatório são acompanhados por um docente do mesmo grupo de recrutamento. A escolha do acompanhante deve recair em professores que estejam no 4.º escalão ou superior e que na última avaliação tenham sido classificados com Bom. Sempre que possível, devem ser detentores de formação especializada e posicionados nos dois últimos escalões de carreira”.

 

Deveria dizer

16.1. Período probatório diz que “Os docentes em período probatório são acompanhados por um docente do mesmo grupo de recrutamento. A escolha do acompanhante deve recair em professores que estejam no 4.º escalão ou superior e que na última avaliação tenham obtido classificação mínima de Bom. Sempre que possível, devem ser detentores de formação especializada e posicionados nos dois últimos escalões de carreira”.

 

Estes senhores, nomeados pelos governantes por serem, seguramente, os melhores entre os melhores, isto é, todos “excelentes”, cometem erros desta natureza... e os professores é que têm de ser avaliados?

 

Com gente competente assim no Ministério... Para onde vai a Educação?

publicado por J.Ferreira às 13:15

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

19
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

7 seguidores

subscrever feeds
blogs SAPO