Até que o Teclado se Rompa!
"O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons." (Martin Luther King)

25 Outubro 2010

No Público vemos o que a Ministra vem dizer de novo mas que já havia sido dito no Parlamento. Até quando continuaremos a ser enganados sempre pelos mesmo? Quando teremos coragem de mudar... efectivamente?

É triste que se tratem assim as pessoas... Como se fôssemos um bando de fantoches, de bonecos, de...

"A ministra da Educação, Isabel Alçada, assumiu hoje no Parlamento a impossibilidade de realizar o concurso de professores em 2011 que se havia comprometido com os sindicatos devido à contenção orçamental.

Pergunta-se: Mas... que andou a fazer a Senhora Ministra durante todo este tempo, desde que chegou ao Ministério? A tratar da sua imagem... dos seus dentes para emanar aquele sorriso convincente e enganar os portugueses mais facilmente? Ou terá andado a preparar a mensagem de início de Ano Lectivo (aquela vergonha de que até os mais pequeninos fizeram chacota)?

Os professores deveriam ter tomado mais atenção aos alertas da oposição!... Ouçam o que disse Ana Drago no Parlamento!

O Secretário de Estado já na altura sabia que tínhamos caído no engodo". Por isso, que não venha esta senhora com palavras mansas, de circunstância dizer que "era sua "intenção séria" realizar o concurso"! De facto, fomos enganados...

E com um único e claro intuito: tentar apaziguar as hostes para desarticular a máquina de protesto que os professores tinham conseguido organizar e desmobilizar tudo e todos da luta que estava a ser justamente travada e a ter eco no meio social. É a velha máxima, dividir para reinar. Conseguiu de novo desmobilizar. Agora, tendo voltado ao ponto de partida, há que exigir com mais veemência. Sabemos que será bem mais difícil mas, com paciência e persistência, com sacrifício e esforço de todos, a GREVE pode ser um êxito. Vamos mobilizar-nos de novo. Estou convicto!...

Agora, vejam e ouçam com um pensamento na mente: "Quem te avisa teu amigo é".

Tal como Ana Drago afirma, "Chegou a hora de colocar um ponto final na irresponsabilidade do Ministério da Educação."! Já basta de fazer dos professores o bode expiatório e a cobaia para as brincadeiras socialistas... A Educação é um assunto sério demais para ser colocado como objecto de brincadeira, como mais "Uma Aventura" de Isabel Alçada. Estamos fartos...

"A situação que vivemos actualmente impede o ministério de realizar o concurso extraordinário de docentes em 2011, mas serão colocados todos os docentes necessários nas escolas", disse Isabel Alçada durante uma audição da Comissão de Educação, que ainda está a decorrer.

Sem querer entrar em pormenores sobre o Orçamento da educação, a ministra afirmou que é convergente com o objectivo de reduzir despesa que se exige a todos os ministérios. De acordo com a ministra, o adiamento do concurso "não compromete outras medidas", mas admitiu também que o acordo de princípios assinado com os sindicatos só será cumprido naquilo que não colidir com o Orçamento do Estado, o que levou a oposição a afirmar que não resta nada do programa do PS, nem do acordo."

É incrível. Afinal ela é a Ministra da Educação ou é a Secretária do Orçamento? Fica com o que resta? Com as sobras? Será ela a lambe-botas do Conselho de Ministros? Ou é Ministra?

A ministra defendeu que nenhuma medida é arbitrária e manifestou solidariedade com os professores, reafirmando que era sua "intenção séria" realizar o concurso. A declaração de Isabel Alçada levou a oposição a exclamar que os professores não pedem solidariedade, pedem justiça.

Isabel Alçada garantiu que não estará em causa o funcionamento das escolas e que a medida afecta toda a administração pública. A ministra justificou que o maior peso do Orçamento do Ministério da Educação é com recursos humanos e que está a ser exigido ao Governo que reduza despesa."

Mas, será que esta senhora (José Sócrates e os demais compinchas do governo!) ainda não se deram conta de que o material de que se faz a educaçãosãopessoas, são recursos Humanos? Que não se faz Educação com o Magalhães? Que a Educação se faz, essencialmente, com Professores (motivados, incentivados, mobilizados)? 

Que esperam? Que trabalhem em cada vez piores condições?

Que pretendem? Transformar os professores em "Escravos do Século XXI"?

publicado por J.Ferreira às 23:40

pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
16

17
18
19
20
22
23

24
26
27
28
29
30

31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

7 seguidores

blogs SAPO