Até que o Teclado se Rompa!
"O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons." (Martin Luther King)

13 Novembro 2012

 

Acordamos muito tarde. Sim.  Nós, os portugueses em geral, andamos a dormir há muito tempo.

Enquanto os políticos faziam de pica-paus, criando buracos por todo o lado, nós estivemos tranquilos que nem espanhóis na hora da sesta.

Na última década, os políticos fecharam hospitais, urgências, maternidades, escolas... E nós estivemos caladinhos... Aqui e ali, simplesmente, se ouvia um ou outro grito de alerta mas, como os estudantes que gritaram contra as propinas, cada um seguiu o seu caminho, criticando o outro porque não queria perder a porcaria da mordomia de ter de levantar o traseiro pela manhã, percorrer umas dezenas de quilómetros para ganhar pouco mais que o rendimento mínimo que o vizinho do lado recebia sem fazer um ... (adivinhe o palavrão). Mas estávamos solidários com todos porque o governo foi endividando o país... deixando claro que se aumentariam todos os direitos... Nos viveríamos como "senhores feudais" porque, tal como afirmava Sócrates (o chefe da banda política que nos governou até há bem pouco tempo), "pagar a dívida é ideia de criança", isto é, a dívida dos países não é para ser paga.

Claro. Claro que não são para ser pagas... mas só até chegarem os senhores de negro... Sim, até chegarem aqueles que mais se parecem com os "homens do fraque"  (coincidência ou não, dizem, também eles vestem de negro!), muitos portugueses viviam na expectativa de um dia solarengo atrás de outro... Como a cigarra que canta todo o verão... E não se cuidara, foram viajando, acumulando dívidas... Os bancos incluídos, com ordenados chorudos de fazerem inveja ao maior dos milionários do mundo...Que o diga Cristianos Ronaldo, que ainda que o seu ordenado seja um autêntico atentado a quem recebe o salário mínimo, é com o seu suor (e a desgraça dos que pagam para ir ver um jogo de futebol, ou subscrevem os canais da especialidade, dirá o leitor!!...

Bom. Mas não assaltam o bolso do contribuinte em geral para o fazer... tal como as esmolas que caiem na igreja, só o dá quem quer! E se alguns têm dívidas ao fisco, que o governo tenha coragem de faazer como faz aos particulares: acção de despejo!... Fora com esse clubes do mundo futebol. Em geral, os jogadores não conseguem os seus ordenados chupando os todos os cidadãos... Ao contrário, os banqueiros chupam com os exorbitantes juros que cobram aos que se socorrem de crédito e depois ainda pedem resgates... com o dinheiro público, de todos os cidadãos.

Creio que é chegada a hora de ir directamente à questão que nos traz hoje aqui: inaugura-se uma escola sem alunos? Como é possível isto?

Quem cometeu semelhante erro? Onde está a planificação? Agora já fechamos as universidades?

Bom. Por este caminho, de seguida é só colocar uma corrente com um cadeado nas fronteiras e... fechar o país!

publicado por J.Ferreira às 16:33

pesquisar
 
Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

7 seguidores

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO