"O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons." (Martin Luther King)

18
Nov 16

Um dia perguntaram-me, o que fawer com uma criança ao chegar a hora de escolarizá-la???

Bom... — disse — Se fosse comigo... (e pudesse, obviamente), durante o tempo de escola "primária" emigraria para a nossa vizinha Espanha (Galiza) onde iniciei funções há cerca de 10 anos e de onde saí há apenas 3 anos,onde as escolas (urbanas !) havia turmas  com 25 alunos e turmas com apenas 8 ou 12 alunos mas todos de um único ano de escolaridade! E com todos os recursos, incluindo quadros digitais interactivos, salas dedicadas a idiomas, música, bibliotecas escolares apetrechadas (autênticas e verdadeiras mediatecas!) com dimensão superior a 2 salas de aula.

Enfim: é a diferença entre a "civilização" e a estagnação.

Quando saí de Portugal, em 2002 para exercer em paris, chocava-me a falta do recurso às tecnologias em Paris... ainda por cima porque entre 1995 e 2000, desempenhei (em Portugal) a função de formador na área de tecnologias de ensino. Em 2006, passei a exercer em Espanha, e pasmei ao ver a dimensão do investimento dos governos na Educação. Diria mesmo chocado com a diversidade e a qualidade dos recursos disponíveis nas escolas, onde se podiam desenvolver projectos com qualidade.

Foi aí que concluí que Portugal estava, definitivamente, ultrapassado. Os governos tinham abandonado as escolas e os recursos estavam estagnados! uma inegável e miserável falta de recursos.

Exerci num país em que a salas de aula estavam equipadas com os recursos tecnológicos necessários á escola actual...

Há 3 anos regressei ás minhas funções docentes em Portugal. E deparei-me com o irrefutável. Depois de ter passado por uma escola de montanha (com óptimos recursos para a aprendizagem!) acabei exercendo em Braga, numa escola de cidade onde a falta de recursos (ou a falta de qualidade, no que existe!) é a única constatação. A pocuo e pouco, a escola tem recebido apoio e equipamentos da Associação de Pais, fruto da "mendicidade", seja das quotas dos pais seja das rigfas que as crianças vendem,,, próprios de um país tercerio mundista, que aposta em Estádios de Futebol luxuosos que estão qwuase inutilizados e que custam mensalmente balúrdios ao Estado e aos contribuintes (como é o caso de Aveiro e Algarve). 

São os professores que, por sua inciiativa (e carolice) vão evitando que os equipamentos fiquem inutilizáveis... 

Nesta escola (sem internet fixa e funcional !)  onde se mendiga um computador velho (construídos em 2000...!), autenticamente "recuperados do lixo informático", isto é, resultaram da recuperação de computadores que resultaram da renovação dos meios informáticos em empresas famosas da região. Uma escola que mendiga um projector á Associaçãod e Pais... Ou seja, na era das tecnologias, estamos ainda muito longe de pensar em ter um quadro interactivo na sala de aulas. 

Ao mesmo tempo, a autarqui local (na sua autonomia de fazer o que bem entende com o dinheiro dos contribuintes!) decidiu refazer o espaço do recreio construindo um "campo de futebol" exterior...

Claro... porque dá mais nas vistas... e vem aí o ano de eleições!!! Nenhum docente o pediu... mas vão iniciar a sua construção no espaço que era de recreio de todos os alunos, retitrando-se à maioria das crianças que gostam de divertir-se de forma diferente do futebol, um espaço que era de todos!. passará a ser ocupado, cerca de 50% do recreeio livre, por apenas duas dezenas de alunso!!! e AINDA POR CIMA (dizem!) NÃO TERÁ BALIZAS...!!! 

Que esperam??? Nós sabemos: um incremento da agressividade e da violência entre as crianças que, com horas dedicadas semanalmente a futebol (nas escolinhas em que os pais inscrevem em horas não letivas, seja à semana ou ao fim-de-semana...)

Até aprece que é da emoção e da agressividade que os políticos gostam... quizas,. apra aprecerem nas notícias! Posi os docentes preferiam a convivªência á violência... Mas não foram tidos nem achados... Não foram ouvidso na tomada de decisões que dizem ser democráticas..:!!!  Se isto é democracia... que venha a ditadura!

Apresentaram a construção do campo de futebol como um facto consumado, informando que as obras (ABSURDAMENTE) serão iniciadas em período escolar... É INCRÍVEL... Numa das escolas onde exerci em Espanha, construíram um andar em cima do edifício existente, com 5 salas de aula no espaço de verão. Aqui, uma porcaria de trabalhos que poderia ser executada no próximo Período de Natal... vais er executado durante as aulas...! INCRÍVEL... Com o barulho e os movimentos de trabalhadore,s máquinas... que qualdiade se espera das aulas???

Em breve vamos assitir á construção de um campo de futebol que não foi pedido nem reclamada pelos docentes.

Em contrapartida, A REDUÇÃO DO ECO EXISTENTE NO PAVILHÃO DA ESCOLA (que mais parece uma capela para ópera!), RECLAMADO PELOS DOCENTES HÁ MAIS DE 2 ANOS, continuam por ser atendidos.

Não há condições de trabalho mas... ninguém se preocupa com isso: os alunos continuarão a ter de aprender em condições miseráveis... mas TERÃO UM LUXO DESPORTIVO.

É triste... Os nossos "governantes" locais vão construir um campo de futebol... (que apenas será utilizado nas aulas de AFD em dias de bom tempo) mas nada fazem para remover a ressonância do som no pavilhão (que pode ser utilziado todos os dias!).

É triste... Os nossos "governantes" locais vão construir um campo de futebol... (que apenas será utilizado nas aulas de AFD em dias de bom tempo) mas recusam-se a fazer a montagem de uma cobertura numa parte do espaço exterior da escola para efeitos de recreio em dias de chuva...

O ESPAÇO COBERTO reclamado há mais de 3 anos continuará por construir, enquanto a agressividade e a violência entre alunos continuará a incrementar-se. O MAIS GRAVE E TRISTE... é que os políticos "estão-se nas tintas para a opinião dos professores". Não interessa o que dizem os docentes...

O campo de futebol será feito contra a vontade dos docentes... contra as necessidades pedagógicas! E, obviamente, choverá nele durante a maioria do ano... e os alunos não irão desfrutar da sua construção... Mas terão um campo de futebol!

A biblioteca... ficará por fazer! O arranjo acústico do pavilhão... continuará por fazer! As zonas super-perigosas do recinto continuarão por arranjar... até que haja um acidente grave e alguém se tenha que deslocar à morgue!!

Enfim... Uma triste tristeza... que só conduz ao desânimo e à desmotivação de professores e ao desencanto profissional.


Novembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO