Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Até que o Teclado se Rompa!

"O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons." (Martin Luther King)

Até que o Teclado se Rompa!

"O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons." (Martin Luther King)

O Minstério da Educação faz orelhas de surdo aos gritos dos milhares de professores que têm vindo a ser prejudicados pelos sucessivos respopnsáveis pela pasta da Educação. Aqueles que há mais de 8 anos foram considerados "excelentes" (ainda que com base em critérios absurdos, como sempre contestamos!) pela ministra da Educação do (des)governo socialista de josé Sócrates (dividindo a carreira docente com a criação da "categoria" de Professor Tirtular!) foram proibidos de (...)
Do Socialismo Fracassado ao Jornalismo Falacioso   A recente notícia do  Correio da Manhã  (ver aqui ou mais em baixo!) é mais uma prova da incompetência dos que fazem um jornalismo que consideramos vergonhoso para um Estado de Direito Democrático. Este tipo de análise inquinada e fraudulenta dos dados é própria de um péssimo e vergonhoso jornalismo que nã (...)
A melhor forma de seguir em frente é... dar um passo atrás !   Sem dúvida !   Se atentarmos no discurso de Obama (ver/ouvir abaixo!) depressa nos damos conta de qual é o pensamento de Barack Obama quanto ao papel a desenvolver por cada interveniente no processo educativo dos jovens americanos. Assim, em vez de perseguição e (hiper)responsabilização dos professores (...)
"Coragem", "Medo" ou "Cobardia"?   A ex-Secretária de Estado da Educação do PS, Ana Benavente, diz que os sindicatos cederam a uma chantagem do Ministério da Educação, nas negociações sobre a avaliação dos professores. Em declarações à Renascença, Ana Benavente sustenta que é chantagem dizer aos professores contratados que no próximo ano não serão colocados, caso não sejam avaliados. A antiga Secretária de Estado da Educação socialista
  Esta Greve Geral levanta uma questão:   Será que a Democracia ainda funciona em Portugal? Como se pode afirmar que sim quando não é reconhecido pelos governantes um direito essencial da democracia: O direito de manifestar-se pacificamente e como tal, de fazer greve? Pode o governo tentar controlar os cidadãos que, mesmo com a implementação de medidas prepotentes, haverá sempre quem tenha a corqagem de não se calar...  E, se para muito mais não serviu, a Greve (...)
Alguém nos anda, certamente, a enganar !... Como querem que Portugal seja levado a sério? É que, das duas uma: ou Mentem os Sindicatos... ou Mente o Governo !... Afinal, quem precisará de voltar para a Escola? Os Sindicalistas ou os  Governantes? É que parece que há entre eles quem não deve ter aprendido a fazer bem contas... O que não admira, depois daquela história em que António Guterres não conseguiu calcular a "quantos contos" correspondia 3% do PIB (...)
  No próximo dia 30 de Maio, Portugal sai à rua para protestar contra a política do Governo de José Sócrates que tem conduzido o país para o abismo...   Considerando que existem motivos sérios que nos levam a crer que só com uma atitude de força e união da classe trabalhadora o governo pode acordar do sono em que se encontra submerso. De facto, mais parece que o Governo vive no mundo do sonho, em que Portugal é uma almofada cor-de-rosa... quando as pessoas vêm tudo (...)